Cubanos agora podem acessar internet pelo smartphone

Pacotes 3G chegam em Cuba custando a partir de 7 pesos (R$ 27).

Finalmente (alguns) habitantes de Cuba poderão acessar à internet através dos seus celulares, a estatal Etecsa lançou pacotes 3G, que para a realidade do país comunista é um avanço e tanto. 

O novo serviço custa 0,10 cêntimos de peso cubano (CUC) por megabyte para aqueles que desejarem navegar em dispositivos móveis, embora sejam oferecidos pacotes de dados de 7 pesos (R$ 27, em conversão direta) para 600 MB, 30 CUC (R$ 117, em conversão direta) para 4 GB. Sem o vínculo de um pacote, cada 100 MB custa o equivalente a R$ 39.

A vice-presidente da Etecsa, Tania Velázquez, informou que um aviso personalizado via SMS está sendo enviado para os seus clientes com os detalhes sobre os pacotes de dados.
A Internet cubana tem algumas restrições, o governo bloqueia um pequeno número de sites como o canal Rádio y Televisión Martí, financiado pelos Estados Unidos, e outras páginas que favorecem uma mudança de sistema na ilha. 

Antes de lançar o serviço a operadora realizou testes entre agosto e setembro para avaliar a capacidade do serviço. “A internet é uma ferramenta muito útil para ser colocado dentro do alcance de todos , ” disse o ministro Jorge Luis Perdomo, que rejeitou o que chamou de “campanhas de mídia” que afirmam que o governo irá não permitir o livre acesso às redes.
Os Estados Unidos limitaram por vários anos, como resultado das sanções, o uso dos cabos de tensão que forneciam uma Internet limitada a Cuba . Nos anos 90, apenas diplomatas e empresários estrangeiros tinham conectividade. No entanto, Havana conseguiu através de um acordo com a Venezuela um terminal de fibra ótica em 2012.
VIU ISSO?
Em 2013, abriram-se salas de navegação, que foram atendidas pela população para verificar suas correspondências ou navegar na Internet.Em 2015, as chamadas zonas wi-fi foram instaladas em parques e praças, a forma mais popular de conexão que custa um dólar por hora. . Existem atualmente 830 dessas áreas.


Cuba, era um dos poucos países do mundo onde não se podia navegar na internet pelo smartphone. O país abriu seu serviço de telefonia móvel em 2008 , após as reformas econômicas promovidas pelo ex-presidente Raul Castro.


A partir do próximo ano, a ilha vai começar a desenvolver a internet pela banda para redes móveis de quarta geração (4G).
Lembrando que baseado no salário médio dos cubanos, em torno de 767 CUP (R$ 117, em conversão direta) mensais, muitos continuarão sem usufruir da internet em seus aparelhos!
About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários