Criminosos têm inserido vírus em memes no Twitter

Comando fraudulento permite que golpistas tenham acesso a diversas funcionalidades dos smartphones.


O WhatsApp é utilizado por diversos criminosos para aplicar golpes. Agora, os cibercriminosos passaram a também utilizar as redes sociais e as fraudes estão cada vez mais difíceis de serem identificadas. 


A fabricante de antivírus Trend Micro alertou os internautas recentemente sobre comandos fraudulentos que estão sendo escondidos em imagens publicadas no Twitter que se parecem com memes.


Quando os internautas baixam esses memes, seus dispositivos são contaminados com um novo vírus que faz com que os aparelhos eletrônicos possam ser comandados por golpistas. 

A imagem do meme em si é totalmente inofensiva, porém, ao ser baixada, o vírus consegue criar um comando de “realizar tarefas” e fazer capturas de telas, copiar um arquivo ou, até mesmo, receber instruções para guardar a lista de programas em execução, segundo o site Reclame Aqui.


VIU ISSO?



O objetivo dessa praga digital, chamada esteganografia, é dificultar que as imagens sejam identificadas como parte de um esquema criminoso e retardar ações de repressão por parte de provadores de serviços.

Associada ao vírus, uma conta no Twitter publicou o meme com a cena do filme “Matrix”. Mas, o perfil já foi suspenso pela rede social.



No WhatsApp, o Boticário e o Bolsa Família já foram utilizados como isca para que as pessoas clicassem em vírus.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de