Claro já reciclou mais de 142 toneladas de lixo eletrônico

Programa de reciclagem da Claro existe há 10 anos. 


O Instituto NET Claro Embratel compartilhou números bem impressionantes sobre o seu processo de recolhimento de materiais para descarte de lixo eletrônico. O programa que foi iniciado há uma década está comemorando a marca de 142 toneladas de materiais recolhidos com o Claro Recicla.

“A Claro tem uma forte preocupação com o destino final de
aparelhos eletrônicos descartados e, por isso, trabalha em ações que incentivam
a reciclagem desses objetos e que reforcem a consciência ambiental da
população. Faz parte do nosso compromisso fomentar a política da logística
reversa e contribuir com a sustentabilidade do setor”,
afirma Daniely Gomiero,
Vice-Presidente de projetos do Instituto NET Claro Embratel e responsável pela
área de responsabilidade social corporativa da Claro Brasil.



Como funciona a coleta?
O controle dos itens coletados no Claro Recicla é realizado
por meio de relatórios. O conteúdo depositado nas urnas de todo o Brasil é
recolhido regularmente pela empresa Essencis Soluções Ambientais, que faz uma
triagem de todos os materiais. Os diferentes tipos de peças são contados e
pesados. Por fim, são encaminhados para diversas indústrias recicladoras.

No caso dos celulares e dos chips coletados, eles podem ser
reaproveitados e têm como destino, por exemplo, o mercado de luxo, que
transforma o produto reciclado em joias ou, até mesmo, em itens para a casa,
como torneiras ou serem vendidos como metal puro. As pilhas e baterias são
direcionadas para aterros como resíduo industrial controlado. Outros itens
descartados vão para indústrias que podem reaproveitar o cobre e o plástico dos
materiais para a criação de outros produtos.
A empresa ainda trabalha constantemente em parcerias para promover essas ações, como a iniciativa recente envolvendo o programa de fidelidade da operadora, Claro Clube, destinado a clientes pós-pagos. No projeto, os usuários podem depositar celulares, baterias recarregáveis, chips e acessórios obsoletos ou fora de uso nos pontos de coleta, que podem ser encontrados em diversas lojas da Claro em todo o Brasil e ganhar até 1.000 pontos para trocar por produtos. As urnas coletoras, no entanto, estão disponíveis para qualquer pessoa, não só clientes, e recebem materiais, como celulares e acessórios, de todos os fabricantes.


VIU ISSO?

“A iniciativa contribui para a preservação ambiental,
incentiva a atitude consciente dos consumidores e é um reflexo das boas
práticas sócio ambientais contidas em nossos valores, o Claro Recicla é um dos
exemplos da aderência da Claro Brasil à Política Nacional de Resíduos Sólidos.
O descarte correto do lixo eletrônico ajuda a combater a contaminação da água e
do solo, trata de forma adequada os materiais tóxicos, reduz a quantidade de
lixo e diminui a extração de metais pesados”
, diz a companhia em nota.

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
1 Autores de comentários
MAYK JOHNNES DE SOUSA FERREIRA Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
MAYK JOHNNES DE SOUSA FERREIRA
Visitante
MAYK JOHNNES DE SOUSA FERREIRA

A Claro e um lixo ao ponta internet .
Um lixo lixo ,só passo raiva
O a quantidade de dinheiro que eles ganham e não arruma esse servidor da Claro …

Cidade - UF
Gurupi