Ericsson causa problema na rede móvel de 11 países

Uma das operadoras afetadas quer 100 milhões de libras de indenização.

Na última quinta-feira (6) um bug em um software de rede da Ericsson, fornecedora de equipamentos de rede, causaram problemas nas redes de operadoras de 11 países, os maiores problemas foram reportados nas redes da O2, no Reino Unido, e da Softbank, no Japão. A falha causou que milhões de smartphones ficassem sem serviço, só com a O2 a falha afetou seus 25 milhões de clientes.

Felizmente a falha não afetou o Brasil. A causa do problema foi uma certificação de software expirada, um erro amador da Ericsson. 




“O software falho que causou esses problemas está sendo desativado e pedimos desculpas não apenas a nossos clientes mas também aos clientes deles. Trabalhamos duro para limitar o impacto aos nossos clientes e para que eles restaurem os serviços assim que possível ”, declarou o presidente da Ericsson, Borje Ekholm. 


A interrupção do serviço, de acordo com  alguns especialistas, se deu por causa de um sistema à prova de falhas. Quando um certificado é revogado o desligamento do sistema é uma medida comum na indústria, uma proteção contra ciberataques.

O problema foi tão grande, que até o transporte público de Londres foi afetado – a tabela de horário não funcionava. A imprensa internacional reporta que unidades de saúde e varejistas também foram afetados.


O caso ainda está tendo desdobramentos, a operadora O2 quer uma indenização pelo ocorrido, uma compensação de 100 milhões de libras pelos dados causados. Além da O2 e da Softbank a falha também afetou as operadoras Sky Mobile, Telefônica e Tesco.

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*