Prédio histórico da Oi no Rio Grande do Sul passa por reforma

A previsão é que a reforma seja finalizada em dois anos.



A sede da Oi no Rio Grande do Sul, estado em que a operadora tem 4 milhões de clientes, está em reforma, a previsão é que o processo seja terminado em dois anos. O prédio abriga 350 funcionários da operadora e completará 52 anos em março de 2019.

O que não falta é história para esse edifício localizado no centro da cidade de Porto Alegre. Desenvolvido em 1964 pelos arquitetos Emil Bered, Roberto Félix Veronese e Luís Fernando Corona, ele foi sede da Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT).



Fundada em 1962, durante o governo de Leonel Brizola, a CRT foi a primeira operadora de telefonia fixa e móvel do Rio Grande do Sul, e a primeira a ser privatizada no Brasil, em 1998 – o controle passou para as mãos da Telefônica. O processo de privatização no Rio Grande do Sul foi comandado pelo então governador Antônio Britto (ex-funcionário da RBS e da Rede Globo). 



VIU ISSO?


Em 2000 a Telefônica passou a CRT para frente, para a Brasil Telecom, por US$ 800 milhões, e em 2008 a Oi adquiriu a Brasil Telecom. 
Além da reforma do prédio a Oi informou que nos últimos quatro anos foram investidos 1 bilhão de reais no Rio Grande do Sul. De janeiro a setembro deste ano a operadora já investiu R$ 201,7 milhões no estado.



About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*