Nova Zelândia bane 5G da Huawei

Nova Zelândia, seguindo os passos da Austrália, resolveu banir os equipamentos 5G da Huawei; entenda o por quê.




A chinesa Huawei, uma das principais fornecedoras de
equipamentos para o 5G está envolvida em uma grande polêmica na Nova Zelândia.
De acordo com a Reuters a agência de inteligência do país rejeitou o primeiro
pedido da indústria de telecomunicações do país para usar equipamentos 5G
fornecidos pela chinesa Huawei Tecnologies. Motivo: risco à segurança nacional.

Essa proibição é mais um capítulo da história que já se arrasta sobre o envolvimento do governo chinês em suas companhias, no que se refere a espionagem. Em fevereiro as americanas CIA, FBI e NSA pediram que os americanos não usem smartphones da Huawei.


Recentemente o Wall Street Journal disse que os Estados Unidos também estão tentando convencer países aliados a não utilizar produtos da chinesa gigante chinesa, que atualmente ocupa a segunda posição no mercado de smartphones. Do lado da Huawei a companhia diz que opera independente do governo chinês.

Voltando ao caso da Nova Zelândia, o pedido negado de uso de equipamentos da Huawei foi para  a fornecedora de serviços em telecomunicação Spark New
Zealand. 
“Eu informei a Spark que um risco significativo à
segurança da rede foi identificado”
, disse o diretor-geral do Gabinete de
Segurança de Comunicações do Governo, Andrew Hampton, nesta quarta-feira.



VIU ISSO?

O ministro de Serviços de Inteligência, Andrew Little, disse
à Reuters que a Spark, cuja solicitação fazia parte do primeiro pedido de
tecnologia 5G do país, poderia trabalhar com a agência para mitigar o risco.
Hampton se recusou a especificar as preocupações, observando que era uma
informação confidencial. 
A Skarp planeja lançar uma rede 5G em meados de 2020.

A Huawei informou em comunicado que “tratará ativamente
de quaisquer preocupações e trabalhará em conjunto para encontrar o caminho a
seguir”, acrescentando que assinou mais de 20 contratos 5G com operadoras
em todo o mundo.
 Em um evento recente a Huawei declarou que já despachou mais de 10 mil estações rádio-base 5G.
A Austrália também seguiu nessa mesma linha. Em outubro foi confirmado que o país resolveu proibir que a Huawei forneça equipamentos para redes 5G. Na ocasião o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores Lu Kang, disse que a Austrália não deveria usar desculpas para artificialmente colocar barreiras e conduzir práticas discriminatórias.

About William Plaza
Levamos informação de qualidade sobre o setor de telefonia fixa, móvel, internet banda larga e televisão por assinatura para os milhões de brasileiros que a cada dia estão se conectando cada vez mais.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
0 Autores de comentários
Bruno Liebert Autores recentes de comentários
  Cadastre-se  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Bruno Liebert
Visitante

Também tem que proibir dos EUA