Operadora evangélica vende internet ilimitada para clientes ‘por engano’

Operadora manifestou-se no Facebook e repudiou a venda de terceiros que se aproveitaram de falha na sua rede para ganhar vantagem.

A Mais AD, operadora virtual da igreja Assembleia de Deus, identificou um erro na sua rede e verificou que estava oferecendo internet sem corte após franquia, nas ofertas diárias. Essa falha com certeza fez a venda dos chips dispararem, e muitos usuários, aproveitando-se da fragilidade, começaram a usar o nome da operadora para se auto beneficiarem e lucrar em cima da situação.

Chips da Mais AD foram vendidos no Mercado Livre até 10 vezes mais caro do que o valor normal de mercado, com a promessa de tráfego de dados móveis sem limite.


Tendo conhecimento do problema só neste mês de maio, a Mais AD publicou em sua página no Facebook, no dia 11, que a Vivo estaria realizando uma manutenção na rede e, por isso, muitos usuários poderiam enfrentar problemas para utilizar os serviços da empresa.


No dia seguinte a manutenção, a Mais AD emitiu uma nota esclarecendo o ocorrido e manifestou seu repúdio as pessoas que usaram de má fé contra a empresa. A operadora da Assembleia de Deus informou ainda que foi ela que notificou a Vivo, operadora que aluga a rede, para fazer uma análise e correção do problema.


Mesmo utilizando a rede da operadora de forma indevida, muitos internautas não gostaram e se sentiram no direito de criticar a atitude da Mais AD, alguns deles jogando a culpa para cima da própria operadora e outros publicando ofensas nas redes sociais e reclamando das baixas franquias disponibilizadas para navegação.


Vale lembrar que a Mais AD possui promoções e ofertas semelhantes a Vivo, tendo como diferencial os SVAs (Serviço de Valor Adicionado) específicos para seu público-alvo, que são os fiéis evangélicos. Além disso, a empresa afirma que parte do lucro é revertido para apoiar projetos e obras sociais da igreja.

LEIA TAMBÉM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
10 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários