TIM investe R$ 600 milhões em infraestrutura de redes de dados

Operadora ativou duzentas estações de internet de quarta geração no primeiro trimestre, em conjunto com a Oi.

O presidente da TIM Brasil, Rodrigo Abreu, informou que no 1º trimestre a empresa ativou 200 ‘sites’ 4G, em ran sharing, com a Oi. ‘Esse é o acordo vigente, mas vamos negociar para todas as outras redes. Cumprir as metas rurais com o uso da faixa de 850MHz é um ganho operacional”, frisou o executivo. Consumo de dados em alta impulsiona receita da tele que teve lucro líquido de R$ 372 milhões no período. A tele não esconde: está se preparando para o leilão 700 Mhz.

O incremento de rede, aliás, foi o principal alvo da TIM nos três primeiros meses do ano. Rodrigo Abreu revelou em teleconferência de imprensa sobre resultados, realizada nesta sexta-feira (09), que os investimentos foram feitos nas redes 3G, 4G e nos hotspots Wi-Fi, ao contrário do ano passado onde foi necessário reforçar a capacidade do 2G. Somente em infraestrutura foram aportados R$ 600 milhões de janeiro a março. O 4G, em compartilhamento com a Oi, ficou com 25% desse montante, ou R$ 150 milhões. A TIM planeja investir 94% dos R$ 4 bilhões de investimento no país em infraestrutura.

“Fizemos mais de 100 sites 3G, 200 sites 4G e interligamos mais de 300 hotspots Wi-Fi à nossa infraestrutura. Nossa intenção é ter mais de 14 mil sites 3G e 4G até dezembro. Melhoramos a infraestrutura de banda larga móvel em 320 cidades no 1º tri, cumprindo uma meta de mais de 50% prevista para o ano (600 cidades)”, disse Abreu. Ele ressaltou ainda que com a rede melhor, a performance do serviço também cresceu. “Passamos de uma velocidade média de 800 Kbps para 2 Mbps onde refizemos nossa malha de infraestrutura”, completou.

O consumo de dados foi fundamental para o bom resultado financeiro obtido pela TIM Brasil. E há muito por crescer ainda, sustentou Abreu. “O custo médio que o brasileiro quer pagar pela Internet está em R$ 30,00 e isso só pode ser obtido nos serviços móveis”. A estratégia de conquista de clientes segue priorizando o pré-pago, mas com um olhar atento ao pós-pago. Na base da TIM, 58% já têm smartphones e, acrescentou o executivo, 37% deles têm uso efetivo de dados. Um dado importante ressaltado pela TIM Brasil. Segundo a tele, das novas compras, 80% já são smarpthones com o consumo de dados.

Com informações de Convergência Digital.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários