Aumenta ainda mais crise de controladora da TIM com dívidas bilionárias


A Telecom Italia (proprietária da TIM), está enfrentando grande dificuldade para diminuir a sua dívida de 40 bilhões de euros e esta semana sofreu um novo golpe com a decisão da agência reguladora italiana, que deverá provocar perda de mais de 110 milhões de euros em seu caixa todos os anos.

A decisão da agência reguladora de determinar o corte ainda maior de serviços de atacado de banda larga de sua rede de cobre arrefeceu a ideia da empresa de separar a rede fixa da rede móvel. A operadora estudava fazer o spin-off das duas redes para vender participações a novos investidores.
A decisão da agência reguladora fez as ações da Telecom Italia caírem para menos de 0,50 centavos de euros. A dívida da controladora da TIM é 3x maior do que o caixa deverá gerar este ano (medido pelo Ebitda).
Estava em estudo pelo board da empresa separar as duas redes e criar duas companhias distintas para buscar novos sócios investidores. Mas as negociações com a operadora de celular de Hong Kong, Hutchison Whampoa, não seguiram adiante.
Para fortalecer a empresa de rede fixa, o grupo estava conversando com os fundos de pensão governamentais (Cassa Depositi e Prestiti) que poderiam comprar até 30% da rede de fibra e cobre, o que poderia gerar mais de 13 bilhões de euros. Negociação que agora pode ser adiada por conta da recente decisão regulatória.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.

Deixe um comentário

avatar
  Cadastre-se  
Notificação de