InícioNotíciasTV paga fecha abril de 2013 com 16,97 milhões de assinaturas

TV paga fecha abril de 2013 com 16,97 milhões de assinaturas

Com 160,4 mil adições líquidas em abril de 2013, o Brasil fechou o quarto mês do ano com 16,97 milhões de domicílios com TV por Assinatura, o que representou uma evolução de 0,95% na base de assinantes em relação a março. Considerando-se o número médio de 3,2 pessoas por domicílio, divulgado pelo IBGE, os serviços de TV por Assinatura são distribuídos para aproximadamente 54,3 milhões de brasileiros e estão presentes em 28,1% dos domicílios do País.

AnoTotal de assinaturasDe janeiro a dezembroCrescimento anual (%)Crescimento absoluto abrilCrescimento percentual abril
20075.348.571765.44616,70%61.7261,30%
20086.320.852972.28118,18%84.4971,53%
20097.473.4761.152.62418,24%55.3580,84%
20109.768.9932.295.51730,72%112.4341,42%
201112.744.0252.975.03230,45%238.3622,29%
201216.188.9573.444.93227,03%283.7522,07%
201316.969.676———4,82% 160.4020,95%

Evolução do número de assinaturas

Os Serviços de TV por Assinatura são prestados utilizando-se de diferentes tecnologias: por meios físicos confinados (Serviço de TV a Cabo – TVC), mediante utilização do espectro radioelétrico em micro-ondas (Serviço de Distribuição de Sinais Multiponto Multicanal – MMDS) e na faixa de UHF (Serviço Especial de Televisão por Assinatura – TVA), e ainda por satélite (Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite – DTH).

A participação dos serviços prestados via satélite (DTH) atingiu 62% da base e a dos serviços a cabo alcançou 37,6% das assinaturas. Em abril de 2013, o DTH, com a adição de 156,99 mil assinantes, cresceu 1,51%. O serviço via cabo registrou o acréscimo de 38 mil novas assinaturas – crescimento de 0,60% em abril. As prestadoras de MMDS, por sua vez, perderam 34,59 mil assinantes no mesmo período, o que representou queda de mais de 34,15% de sua base.

Assinaturas por tecnologia

 2012Março (2013)Abril (2013)Variação (abril/março)
MMDS142.113101.28966.703-34.586
TVC6.199.1596.337.1346.375.13638.002
DTH9.844.09010.367.27110.524.261156.990
TVA3.5953.5803.576-4
Total16.188.95716.809.27416.969.676160.402

Crescimento por tecnologia

Enquanto as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste apresentam índices de crescimento acima da média nacional, as regiões Sul e Sudeste registram crescimento inferior.

Número de assinaturas por região

RegiãoMarço (2013)Abril (2013)Crescimento (%) – abril (2013)/março (2013)Variação – abril (2013)/março (2013)
Centro-Oeste1.142.7011.159.7141,49%17.013
Nordeste2.023.0852.046.7861,16%23.531
Norte731.151739.9451,20%8.794
Sudeste10.380.41210.455.1050,72%74.693
Sul2.531.7552.568.1261,44%36.371
Brasil16.809.10416.969.6760,95%160.402


Número de assinaturas nas Unidades da Federação

Unidade da FederaçãoMarço (2013)Abril (2013)Crescimento (%) – abril (2013)/março (2013)Variação – abril (2013)/março (2013)
Mato Grosso183.572188.4722,67%4.900
Tocantins41.20242.3862,87%1.184
Pará264.761268.8631,55%4.102
Pernambuco359.976362.4570,69%2.481
Mato Grosso do Sul174.152177.2221,76%3.070
Paraná827.973841.1231,59%13.150
Goiás360.744366.9181,71%6.174
Ceará322.582327.6651,58%5.083
Acre27.43227.8731,61%441
Bahia620.582627.3081,08%6.726
Paraíba139.611140.7920,85%1.181
Santa Catarina602.534611.1701,43%8.636
Rondônia66.25067.7662,29%1.516
Rio Grande do Sul1.101.2481.115.8331,32%14.585
Rio Grande do Norte187.692191.4552,00%3.763
Alagoas111.551112.3450,71%794
Minas Gerais1.374.3541.394.9611,50%20.607
Distrito Federal424.233427.1020,68%2.869
Amazonas271.998273.5180,56%1.520
Espírito Santo234.739236.0560,56%1.317
Sergipe79.63080.0900,58%460
Piauí67.08867.5160,64%428
Rio de Janeiro2.357.0752.358.1390,05%1.064
Maranhão134.543137.1581,94%2.615
São Paulo6.414.2446.465.9490,81%51.705
Amapá34.68634.8230,39%137
Roraima24.82224.716-0,43%-106
Brasil16.809.27416.969.6760,95%160.402

Em abril de 2013, os serviços de TV por Assinatura estavam presentes em 28,1% dos domicílios no país, de acordo com estimativas da Anatel. Apesar do crescimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, a região Sudeste ainda lidera esse indicador, com a presença desses serviços em 39,5% dos domicílios.

Densidade dos serviços de TV por Assinatura (por região)
Entre as Unidades da Federação, destacam-se o Distrito Federal e os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, por terem registrado desempenho acima da média nacional, quanto à densidade dos serviços de TV por Assinatura.

Densidade dos serviços de TV por Assinatura

Unidade da FederaçãoAbril (2012)Abril (2013)Crescimento percentual
Mato Grosso13,019,146,9%
Tocantins7,510,844,0%
Pernambuco9,813,537,8%
Pará10,113,735,6%
Paraná18,124,133,1%
Mato Grosso do Sul16,922,533,1%
Goiás14,518,628,3%
Bahia11,114,026,1%
Acre11,314,225,7%
Ceará10,413,025,0%
Santa Catarina23,929,523,4%
Rio Grande do Sul24,329,923,0%
Rondônia11,814,422,0%
Paraíba10,012,222,0%
Alagoas10,212,421,6%
Rio Grande do Norte16,520,021,2%
Minas Gerais17,821,420,2%
Espírito Santo17,621,019,3%
Amazonas26,931,717,8%
Distrito Federal43,250,817,6%
Piauí6,47,517,2%
Sergipe11,112,916,2%
Rio de Janeiro37,343,215,8%
São Paulo42,548,413,9%
Maranhão7,18,012,7%
Amapá19,921,26,5%
Roraima20,620,3-1,5%
Brasil23,628,119,1%
Densidade dos serviços de TV por Assinatura (por Unidade da Federação) 

Confira a seguir a participação de mercado dos principais grupos econômicos prestadores dos serviços de TV por Assinatura.

Número de assinaturas por Grupo Econômico

Grupo EconômicoMarço (2013)Abril (2013)
NET/Claro TV8.788.7398.842.241
SKY5.258.5035.342.814
Oi TV840.263857.313
Vivo TV555.512532.033
GVT TV486.964500.958
Algar (CTBC TV)120.561126.215
ViaCabo109.777111.341
Subtotal:16.160.31916.312.915
Demais Grupos648.955656.761
Total Geral:16.809.27416.969.676

Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários