Vivo endurece práticas de desconexão de celulares pré-pagos inativos

A política de desligamento de celulares pré-pagos inativos da Vivo está mais rigorosa. Durante o primeiro trimestre do ano, a operadora reduziu de 50 para 40 dias o prazo de manutenção das linhas que não fizeram nem receberam ligações e que tenham ficado pelo menos 60 dias sem novas recargas.

Como consequência, a base de clientes de planos pré-pagos caiu 2,9% entre março de 2012 e o mesmo mês deste ano.

A receita da Vivo com recargas, no entanto, não foi afetada negativamente. O faturamento, inclusive, cresceu 9% no período, segundo o balanço financeiro divulgado pela companhia nesta terça-feira (07).

Em média, as operadoras brasileiras dão um prazo de 90 dias até a desconexão de um cliente de plano pré-pago inativo. Segundo o diretor geral da Vivo, Paulo Cesar Teixeira, a operadora teria 8,9 milhões de assinantes pré-pagos a mais se adotasse essa política.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários