Governo quer parte da faixa do 4G para criar rede independente

O Ministério da Defesa pediu à Anatel parte da faixa de frequência de 700 MHz, que será usada pelas teles para implantação do 4G. O órgão quer uma fatia do espaço para criar um sistema próprio de comunicação, que funcione de forma independente às operadoras.

Em parceria com a Motorola Solutions, a pasta desenvolveu um projeto quer serviria de plano piloto. Pela faixa passariam voz e dados, espaço ideal para, por exemplo, transmissão de imagens de áreas fronteiriças do Brasil para monitoramento. Tudo em tempo real.

O problema é que o entorno dos 700 MHz já está separado para a telefonia de quarta geração e prevê-se que será distribuído apenas entre operadoras. Se a Anatel disser que libera um espaço à Defesa, o primeiro plano terá de ser refeito.

O próprio Ministério das Comunicações não está disposto a aplicar mudanças no que já foi feito e deu ideia de que o serviço de comunicação governamental fique em outra frequência ou seja instalado apenas nas áreas de fronteira, pois são desinteressantes para as teles.

Só que as alternativas gerariam entraves para a Defesa. Ao jornal, o diretor de Estratégias da Motorola Solutions, Bruno Nowak, disse ser um “desafio de engenharia” fazer com que o mesmo sistema funcione em outra frequência.

“O que propusemos já existe e é usado em outros países. Leva tempo desenvolver uma nova tecnologia, em média cinco anos”, afirmou.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários