Nova metodologia do PGMC deve destravar a oferta de EILD

Para o conselheiro Marcelo Bechara, a nova metodologia definida para a montagem do banco de dados para a oferta de atacado das operadoras vai ser importante para destravar a oferta de EILD (Exploração Industrial de Linha Dedicada), regulamento que, segundo ele, ainda não atingiu seu ponto de maturidade.

Ele admitiu que as informações armazenadas no banco de dados, a ser administrado pela entidade supervisora da venda no atacado, a ABR Telecom (a mesma que administra a portabilidade), poderão servir de parâmetro para eventual revisão do valor da EILD. Essa também é a avaliação André Müller Borges, diretor de regulamentação e estratégia da Oi, para quem a metodologia de coleta das informações de preços no atacado foi muito bem estruturada e parte das informações de mercado. “O resultado será mais realista”, diz ele. A Oi foi uma das que questionou o valor estabelecido pela Anatel para a EILD.
Em sua apresentação, Bechara informou que a Cleartech foi escolhida como parceiro tecnológico da ABR Telecom e que já foi concluido o processo de entrega das informações sobre preços no atacado pelas operadoras, que agora passarão por um processo de homologação, que deve estar estar concluído até 12 maio.

Essas informações comporão um banco de dados e a ABR Telecom atuará como um brocker das ofertas. Pelo cronograma traçado e apresentado por Bechara, tudo será concluído até 12 de setembro de 2013. “Esta metodologia está no centro do PGMC, cujo coração são as ofertas no atacado”, afirmou.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários