Disque Denúncia de São Paulo já voltou a funcionar

O serviço de Disque Denúncia de São Paulo voltou a operar normalmente na madrugada desta quinta-feira, 24, após 48 horas fora do ar devido ao rompimento no cabo da Telefônica|Vivo.

A queda do serviço teve início às 5h da terça-feira, 22, e, segundo a Telefônica, foi normalizada a 0h de hoje, 24. No entanto, o serviço Disque Denúncia afirma que restabeleceu o atendimento às 05h30 de hoje.
De acordo com a Telefônica, o cabo que alimenta parte das linhas da área central da cidade, na proximidade da Rua São Bento, entre as quais se encontra a do Disque Denúncia, foi cortado por vândalos.
O serviço do Disque Denúncia pode ser utilizado por qualquer cidadão pelo número 181, onde é possível fornecer informações anônimas sobre crimes. O serviço está disponível 24 horas todos os dias.
Segundo o Instituto São Paulo Contra Violência, organização não governamental que gere o serviço, com a falha o Disque Denúncia ficou seu maior período fora do ar pela primeira vez. A organização estima que o serviço deixou de atender cerca de 9 mil ligações, sendo que a média diária de atendimento chega a 4,5 mil.
Além do serviço de utilidade pública, consumidores que moram nas proximidades da região central também foram prejudicados. Confira a seguir comunicado da Telefônica na íntegra.
“A Telefônica | Vivo informa que as linhas do Disque Denúncia 181 estão funcionando normalmente desde a meia-noite de hoje (24). No início da tarde de terça-feira (22), o cabo telefônico foi cortado por vândalos, afetando o serviço prestado aos clientes domiciliados nas proximidades da rua São Bento, centro da cidade São Paulo.

Desde o início do problema, a Telefônica | Vivo mantém no local equipes especializadas que vêm trabalhando ininterruptamente para resolver a situação no menor prazo possível.”
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários