InícioNotíciasTV por Assinatura cresce 1,95% em outubro

TV por Assinatura cresce 1,95% em outubro

Com 300,6 mil adições líquidas em outubro de 2012, o Brasil chegou a 15,7 milhões de assinaturas de serviços de TV paga naquele mês. O crescimento observado representa uma evolução de 1,95% em relação a setembro de 2012 e 29% em relação a outubro de 2011.

Considerando-se o número médio de pessoas por domicílio divulgado pelo IBGE (3,3 pessoas), os serviços de TV por assinatura são distribuídos, atualmente, para aproximadamente 51,8 milhões de brasileiros. Desta forma, 26,4% dos domicílios do País possuem serviços de TV paga.

Crescimento da TV por Assinatura
AnoTotal de assinaturasDe janeiro a dezembroCrescimento anual
(%)
Crescimento absoluto
no mês de outubro
Crescimento percentual
no mês de outubro
20075.348.571765.44616,70%74.6251,45%
20086.320.852972.28118,18%55.5560,91%
20097.473.4761.152.62418,24%62.1860,88%
20109.768.9932.295.51730,72%322.7313,56%
201112.744.0252.975.03230,45%278.0712,34%
201215.700.090300.6551,95%
Crescimento da TV paga

Tecnologia

Os Serviços de TV por assinatura são prestados utilizando-se de diferentes tecnologias: por meios físicos confinados (Serviço de TV a Cabo – TVC), mediante utilização do espectro radioelétrico em micro-ondas (Serviço de Distribuição de Sinais Multiponto Multicanal – MMDS), na faixa de UHF (Serviço Especial de Televisão por Assinatura – TVA) e por satélite (Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite – DTH).
Crescimento por tecnologia
Assinaturas por tecnologia:

TecnologiaTerceiro trimestre (2011)Quarto trimestre (2011)Primeiro trimestre (2012)Segundo trimestre (2012)Terceiro trimestre (2012)Outubro (2012)Variação
3T2012/Out12
MDS258.180240.562217.729189.658163.895156.670-7.225
TVC5.360.2865.518.1275.714.9575.893.4476.074.5356.125.99151.456
DTH6.269.6346.984.8107.738.8808.448.5299.157.4129.413.836256.424
TVA5275263.8413.5493.5933.5930
Total11.888.62712.744.02513.675.40714.535.18315.399.43515.700.090300.655

Regiões e Unidades da Federação

Seguindo a tendência observada desde 2010, as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste apresentaram índices de crescimento, nos últimos 12 meses, acima da média nacional, conforme segue abaixo:

RegiãoOutubro (2011)Outubro (2012)Crescimento (%)Variação
Nordeste1.354.0141.861.26737,5%507.253
Norte473.904667.87740,9%193.973
Centro-Oeste738.4471.034.82040,1%296.373
Sudeste7.842.4619.827.10925,3%1.984.648
Sul1.757.8722.309.01731,4%551.145
Brasil12.166.69815.700.09029,04%3.533.392

Com relação aos serviços ofertados por Unidade da Federação em outubro de 2012, destaca-se o estado de São Paulo, com 6,1 milhões de assinaturas.

UFOutubro/2011Outubro/2012Crescimento (%)Variação
Acre17.08324.93645,97%7.853
Alagoas81.744101.42424,08%19.680
Amapá28.47733.51417,69%5.037
Amazonas191.609254.01832,57%62.409
Bahia414.371573.35038,37%158.979
Ceará220.648292.48832,56%71.840
Distrito Federal301.636395.64431,17%94.008
Espírito Santo167.453221.25732,13%53.804
Goiás231.336325.94240,90%94.606
Maranhão103.758131.49626,73%27.738
Mato Grosso97.230157.23861,72%60.008
Mato Grosso do Sul108.245155.99644,11%47.751
Minas Gerais1.001.5301.281.35827,94%279.828
Pará149.355233.49856,34%84.143
Paraíba95.615126.94932,77%31.334
Paraná534.274740.06838,52%205.794
Pernambuco208.969324.37355,23%115.404
Piauí43.45463.51846,17%20.064
Rio de Janeiro1.748.0462.226.40427,37%478.358
Rio Grande do Norte129.451173.32633,89%43.875
Rio Grande do Sul793.0561.020.29128,65%227.235
Rondônia45.01460.98835,49%15.974
Roraima20.62625.06521,52%4.439
Santa Catarina430.542548.65827,43%118.116
São Paulo4.925.4326.098.09023,81%1.172.658
Sergipe56.00474.34332,75%18.339
Tocantins21.74035.85864,94%14.118
Brasil12.166.69815.700.09029,04%3.533.392

Penetração dos Serviços de TV por Assinatura

Em outubro de 2012, os serviços de TV por assinatura estavam presentes em 26,4% dos domicílios no país, de acordo com estimativas da Agência.
Densidade por região
Entre as Unidades da Federação, destacam-se o Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, por terem registrado desempenho acima da média nacional, quanto à densidade dos serviços de TV por assinatura.


Densidade dos Serviços de TV por Assinatura por Unidade da Federação
Unidade da
Federação
Outubro 2011Outubro 2012Crescimento
percentual
Acre8,912,944,38%
Alagoas9,011,426,53%
Amapá17,921,218,22%
Amazonas21,530,240,35%
Bahia9,412,936,93%
Ceará9,111,931,09%
Distrito Federal37,548,429,15%
Espírito Santo15,119,830,82%
Goiás12,116,939,36%
Maranhão6,07,932,23%
Mato Grosso9,916,364,89%
Mato Grosso do Sul14,120,242,91%
Minas Gerais15,719,926,90%
Pará7,412,366,59%
Paraíba8,611,432,36%
Paraná15,221,641,88%
Pernambuco7,912,253,87%
Piauí4,87,249,50%
Rio de Janeiro31,641,430,84%
Rio Grande do Norte13,918,532,86%
Rio Grande do Sul21,627,627,88%
Rondônia9,813,335,07%
Roraima16,621,429,07%
Santa Catarina21,226,826,27%
São Paulo36,646,426,80%
Sergipe9,112,335,33%
Tocantins5,59,368,67%
Brasil20,326,430,05%
Densidade por UF

Competição

Confira a seguir a participação de mercado dos principais grupos econômicos prestadores dos serviços de TV por assinatura.

Participação no mercado

Grupo Econômico20102011Primeiro trimestre (2012)Segundo trimestre (2012)Terceiro trimestre (2012)Out/2012
NET/Embratel5.338.1516.997.3827.452.6597.824.4388.167.8998.288.958
SKY/Directv2.552.0393.796.6144.138.2154.475.8374.771.0114.873.519
Oi402.062351.183395.574486.539603.471651.382*
Telefônica/Vivo486.292545.824530.121496.429615.166606.700*
GVT032.136127.218219.896351.408386.197
Algar81.22993.98498.152104.937108.994110.977
ViaCabo84.07596.64699.338101.067104.032105.334
Subtotal:9.109.59012.075.33913.002.94113.872.14214.722.25115.023.067
Demais Grupos659.403668.686672.466663.041677.184677.023
Total Geral:9.768.99312.744.02513.675.40714.535.18315.399.43515.700.090
Competição
Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários