Reajuste da telefonia fixa deve ficar em até 0,56%


Já está na procuradoria da Anatel a proposta de reajuste da telefonia fixa. Este ano os percentuais propostos são de 0,55% e 0,56%, considerando Índices de Serviços de Telecomunicações (IST) de 5,49% e 5,14% em 14 (de agosto de 2011 a outubro deste ano) e 15 meses (de julho de 2011 a outubro deste ano) respectivamente. No ano passado, o reajuste ficou entre de 1,95% para Telefônica, CBC Telecom e Sercomtel e 1,96% para Oi e Embratel.
Segundo o superintendente de Serviços Públicos da Anatel, Roberto Pinto Martins, os valores propostos do reajuste não são muito diferentes do que pleiteiam as operadoras. “A fórmula de cálculo já é conhecida de todos e tem promovido a queda da tarifa anualmente em função da aplicação do fator X [ganho advindo da utilização de novas tecnologias e novas metodologias de produção na telefonia fixa]”, disse.
Este ano, o IST ficou novamente abaixo do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) do período, que foi de 6,85%, valor acumulado em 15 meses e 6,46%, em 14 meses. Para o próximo ano, a agência espera unificar o reajuste em 12 meses para todas as concessionárias.
Após passar pela procuradoria, a proposta de reajuste terá que ser aprovada pelo conselho diretor da agência. A votação deverá ocorrer por meio de circuito deliberativo, já que a última reunião do ano acontecerá na próxima quinta-feira (20) e o reajuste não está na pauta. O aumento deve começar a vigorar ainda este mês.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários