Oi e Claro têm as ligações mais baratas

As operadoras Claro e Oi praticaram os preços mais baixos nas ligações feitas por celular em 2012, de acordo com pesquisa feita em todo o País pela Pricez e pela Teleco, divulgada ontem.

A Claro ofereceu uma redução de 35% nos custos e se mostrou mais barata para clientes de baixo consumo, que realizam até 60 chamadas locais (nenhuma de longa distância), enviam 30 mensagens de texto e não utilizam internet. A operadora teve o melhor preço em 58 dos 67 DDDs brasileiros.

Ao longo do ano, a Claro disponibilizou pacotes especiais para falar com os concorrentes e eliminou a recarga mínima do plano pré-pago Fala mais Brasil por chamada, no qual o cliente paga R$ 0,21 por ligação.

Já a Oi se mostrou vantajosa para quem usa mais o celular, tanto no perfil de médio consumo (até 150 chamadas locais, 60 de longa distância, 60 mensagens e até 150 mb de internet) quanto no de alto (300 chamadas locais, 120 de longa distância, 240 mensagens de texto e 300 mb de internet).

A liderança da operadora nesses dois perfis de consumo foi constatada em todos os 67 DDDs.

Para chegar aos preços mais baixos, a operadora fez com que o bônus da oferta fosse o primeiro a ser consumido nas ligações, o que garantiu chamadas praticamente gratuitas de Oi para Oi e de Oi para qualquer operadora de telefonia fixa.

De acordo com a pesquisa, a TIM mostrou vantagens para usuários com alta duração de chamadas (acima de cinco minutos de duração média), além de ligações de longa distância de TIM para TIM com os mesmos preços das chamadas locais.

Por outro lado, a Vivo ofereceu, em 2012, preços acima da concorrência, especialmente ao aumentar as tarifas de longa distância. Com exceção apenas da região Nordeste, onde a operadora possui as tarifas mais baratas do mercado.

O levantamento foi obtido a partir de 32.127 planos e 25.476 promoções vigentes em dezembro deste ano, cadastrados pelas quatro operadoras ao longo de todos os 67 DDDs do Brasil.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários