Nextel apresenta seu primeiro plano 3G

No ano passado a Nextel fez a festa no leilão de sobras da frequência de 2100 MHz, utilizada para redes de terceira geração no Brasil e na maior parte do mundo. O objetivo era evoluir os seus serviços: a rede iDEN, proprietária da Motorola, não permite velocidades de internet superiores a 30 Kbps, fato que deixou a Nextel desatualizada. Hoje percebemos que a operadora lançou comercialmente sua rede 3G, apenas no estado de São Paulo.

Inicialmente, a operadora vai utilizar o 3G apenas para internet móvel em modens, para usar no computador. Só existe um plano de acesso: 4 GB de dados por R$ 79,90 por mês, e o modem é vendido por R$ 24,90 mediante assinatura de contrato de um ano. Só que a velocidade da Nextel é muito inferior a das demais concorrentes: em tempos de serviços 3G Plus ou 3G Max, a Nextel limita a conexão a 600 Kbps.
A cobertura é bem restrita: apenas a capital, ABC Paulista, Campinas, Guarujá, Mogi das Cruzes, Praia Grande e Sorocaba contam com sinal 3G da operadora. Ainda assim, na capital paulista, a Nextel possui apenas 526 antenas de acordo com o Anatel, o que a deixa bem distante das concorrentes. A Claro, por exemplo, possui 1013 antenas registradas na agência.

Apesar da operação inicial ser apenas em São Paulo, a Nextel possui licença para disponibilizar acesso 3G em toda sua área de operação. As antenas já estão registradas na Anatel para todos os estados onde a operadora atua: na minha amada Belo Horizonte, por exemplo, são 47 antenas registradas. No Rio de Janeiro, já são 363 antenas registradas. Em fevereiro já foi possível localizar a rede 3G da Nextel, durante a Campus Party.

A entrada da Nextel no serviço de terceira geração marca o início da operação em SMP (Serviço Móvel Pessoal). Com a tecnologia iDEN, a Nextel utiliza o padrão SME (Serviço Móvel Especializado), que não permite a venda para pessoas físicas. Ainda não sabemos como será no futuro: pelo regulamento do SMP, é necessário que exista o nono dígito em São Paulo, sendo que a Nextel utiliza apenas 8. Com isso, alguns clientes deverão ter nono dígito e outros permanecerão com 8 dígitos em seus números. Um tanto quanto estranho, mas é a realidade. Além disso, com a operação em SMP será possível fazer portabilidade da e para a Nextel.

Dá pra notar que o serviço foi lançado às pressas. A Nextel está passando por uma reestruturação administrativa, sendo que o presidente da operadora foi demitido, e uma das causas foi o descumprimento dos prazos para operação comercial de serviços na rede de terceira geração. De qualquer forma, é esperado que os serviços de voz e rádio estejam disponíveis no ano que vem, em uma solução desenvolvida pela própria Nextel para operar com rádio sobre redes 3G.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários