InícioNotíciasCade aprova compra de parte do iG por grupo português com restrição

Cade aprova compra de parte do iG por grupo português com restrição

O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou, com restrição, a venda de parte do portal iG para o Ongoing, grupo português que edita os jornais “Brasil Econômico”, “O Dia”, “Marca” e “Meia Hora”.

Controladora do iG, a Oi vendeu a produção e a veiculação de conteúdo e de publicidade on-line do portal em abril deste ano, mas manteve o controle das unidades de acesso e serviços digitais.

O valor do negócio não foi informado, mas durante as negociações foi estimado em R$ 150 milhões.

Relator do processo no Cade, o conselheiro Alessandro Octaviani disse que a entrada do Grupo Ongoing no setor de veiculação de publicidade on-line não traz preocupações na concorrência do segmento.

Segundo a assessoria de imprensa do órgão antitruste brasileiro, Octaviani disse em seu voto que há grande presença do Google em publicidade na internet, com aproximadamente 60% da participação de mercado, e que “a parcela restante é amplamente disputada por uma gama de competidores”. “A franja competitiva desse mercado, assim, é muito pulverizada”, disse.

O órgão determinou a alteração da cláusula de não concorrência do acordo, a parte do contrato em que são estabelecidas as condições para não haver futura competição entre os envolvidos.

Com a mudança, a não concorrência entre Oi e Ongoing ficará restrita apenas ao mercado de publicidade on-line.

Os conselheiros do Cade aprovaram a venda com restrição por unanimidade.


Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários