3G será o foco da TIM no Ceará no ano que vem

A ampliação do serviço de transmissão de dados a partir da terceira geração da telefonia móvel nacional, conhecida como 3G, será o foco da TIM no Ceará nos próximos anos. De acordo com o diretor de Vendas Consumer da operadora, Eduardo Valdes, o Estado terá mais 22 cidades com cobertura 3G em 2013 e deve ter o Interior como área mais visada. “Acho que esta tecnologia (3G) ainda tem muita recorrência e nós, em dados, temos que correr mais. No último ano, pelos problemas que tivemos, focamos muito em melhorar a capacidade de voz dos estados. Então, se você compara nossa cobertura de dados com outra operadora, estamos um pouco atrás e devemos melhorar”, declarou Valdes. Como estratégia, ele reafirmou o compromisso de aplicar R$ 172 milhões no Ceará entre 2012 e 2014, além da renovação de 70% das chamadas Estações Rádio Base (ERBs) e de mais 11 mil TRXs (equipamentos responsáveis pelo escoamento do tráfego) em funcionamento no estado – 26% a mais do que a planta instalada em 2011.

A inauguração de mais uma loja própria da TIM no Ceará também é planejada para até o fim deste ano. Localizada no North Shopping, esta será a terceira da operadora no Estado, o qual deve receber mais duas até 2017.

Todas as próximas lojas, segundo Valdes, deverão ser instaladas nos empreendimentos do grupo pernambucano JCPM, o Riomar Fortaleza (previsto para ser inaugurado em 2014) e o Riomar Fortaleza North (ainda sem data para inauguração). Cada uma delas tem investimento de R$ 2 milhões e devem contratar cerca de 30 pessoas.

“Queremos também reforçar nossas parcerias com as lojas Premium (de caracterização visual e atendimento similar às unidades próprias da operadora) da Capital cearense e criar mais destas no interior do Ceará”, acrescentou o diretor. Perguntado se o aumento de pontos de relacionamento com o cliente seria devido ao abalo nas relações devido às seguidas proibições de venda de novos chips ao longo de 2012, ele rechaçou a ideia e afirmou “fazer parte do planejamento da TIM antes dos acontecimentos”.

Sobre os municípios do Interior cearense, Valdes garantiu dar maior atenção em suas ações no próximo ano. A intenção é manter a liderança nesta parte do Estado com o reforço na cobertura da rede de dados. “Esse é o nosso maior desafio. Eu acho que, em Fortaleza e Região Metropolitana, a qualidade da rede melhorou bastante e nosso desafio é o Interior, onde sempre fomos líderes”, reforçou.

O diretor de Vendas Consumer da TIM ainda classificou o Nordeste como “a menina dos olhos da operadora nos últimos dois anos”. Segundo ele, a região recebeu cerca de 40% de todo o investimento da empresa e deve continuar em primeiro plano. “É verdade que dizem que no Brasil a maioria dos pobres extremos estão no Nordeste, mas também é verdade que, nos próximos dois anos, 70% das pessoas que vão mudar de classe social também estão aqui, é nova classe média que temos interesse”, afirmou.
Obrigada a seguir a exigência da Anatel de cobrir pelo menos 50% da Capital cearense com a quarta geração de telefonia móvel, a 4G, a TIM também anunciou a instalação de equipamentos LTE (4G) em 88 estações (eNode-B) de Fortaleza, com foco na Copa das Confederações. Até abril do próximo ano a tecnologia deve estar em operação nas cidades-sedes do evento esportivo.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários