SindiTeleBrasil rebate decisão sobre terceirização de call-center

Como noticiamos ontem aqui no site, o Tribunal Superior do Trabalho considerou que as empresas de telefonia não podem terceirizar seus serviços de atendimento. O sindicato que representa as companhias telefônicas decidiu comentar a decisão por meio de nota.

Para o diretor-executivo da organização, Eduardo Levy, a decisão do TST representa um “retrocesso”.
“Há um engano profundo em considerar atendimento ao cliente como atividade-fim. No mundo todo a indústria do call center é pujante”, afirma o dirigente.

“Empresas de todos os setores fazem isso porque buscam especialização, melhora do serviço e ganho de escala”, conclui Levy.

Ele disse ainda que, como cabe recurso da decisão no STF (Supremo Tribunal Federal), decisões como essa sempre serão questionadas até a última instância.
A princípio, a primeira operadora a ser afetada com a decisão foi a Claro.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários