InícioNotíciasLadrões levam 220 metros de fios de transmissão da Oi

Ladrões levam 220 metros de fios de transmissão da Oi

Em torno de 400 comerciantes e moradores do bairro Rondônia, em Novo Hamburgo – RS, estão sem sinal de telefone fixo desde sexta-feira. O motivo é que, nas madrugadas de sexta, sábado e domingo, quase 200 metros de cabos de transmissão da Oi foram furtados no mesmo ponto da Rua João Wendelino Hennemann. Técnicos da empresa recolocaram três vezes os cabos durante o dia, mas acabavam sendo levados por ladrões na madrugada. A 4.ª DP diz que investiga especialmente o destino do material. Já a Brigada Militar alega que não recebeu nenhum comunicado dos furtos. A proprietária de uma padaria reclama de prejuízos, pois durante todo o final de semana não recebeu pedidos de reserva de frango assado. “Além disso, não pude fazer nenhuma venda com cartão de crédito porque a máquina não estava funcionando”, afirmou Mara Affonso, 42 anos. Em uma empresa que presta serviço de assistência técnica e venda de equipamentos eletrônicos e ar condicionado, o furto dos cabos não permitiu que a empresa emitisse notas fiscais eletrônicas. “Ficamos sem Internet. Por isso, não emitimos notas, não fizemos venda com cartão de crédito e não recebemos agendamentos para assistência técnica”, reclamou o proprietário, Carlos Rocha, 55.

De janeiro a outubro, segundo a Oi, foram registrados 21 casos de furtos de cabos de telefonia em Novo Hamburgo. “A Oi colabora com os órgãos de segurança pública, fornecendo informações que possam auxiliar as investigações”, frisa a companhia. A empresa mantém um canal para denúncias de furto: 0800 282 5531. A ligação é gratuita.

O técnico de uma empresa que presta serviços para a Oi informou que dentro dos cabos passam 800 pequenos fios, que transmitem o sinal para 400 telefones. “Os ladrões sobem pelas árvores, cortam o material que prende os cabos a um cabo de aço e levam embora”, detalhou um profissional que fazia, na tarde de ontem, o trabalho de preparação para a colocação de novos cabos (foto). Com medo de furtos na noite de ontem, a instalação será feita na manhã de hoje. Os cabos de 65 metros de comprimento cada foram furtados na Rua João Wendelino Hennemann, entre as ruas Coronel Travassos e Karl Wilhelm Schinke.

O cobre que compõe os fios é o alvo dos ladrões, segundo a Polícia Civil. Provavelmente, o resultado de venda é utilizado para a compra de drogas. O inspetor Ilson Silva, da 4.ª DP, diz que pessoas de outras cidades podem ser os compradores do material furtado. “Já tivemos casos de furto de baterias em locais de transmissão de telefonia celular que foram vendidas para Viamão. Vamos trabalhar para saber quem vendeu e quem comprou estes cabos”, acrescenta.

O comandante do 3º Batalhão da Brigada Militar, tenente-coronel Claudio Rieger, comenta que o telefone 190 da corporação não foi acionado para denúncias de furtos de cabos.


Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários