Oi quer 2.300 sites para 4G em 2013

A Oi pretende instalar equipamentos para a cobertura 4G em 2.300 sites já existentes até o final do próximo ano. Destes, ao menos 2.100 já estão aptos a receber os aparelhos necessários para se fazer a banda larga de quarta geração. 

De acordo com a companhia, as primeiras experiências comerciais com o serviço acontecerão nas seis cidades-sede da Copa das Confederações, que ocorre na metade do próximo ano: Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza e Recife. Além destas localidades, São Paulo também deve receber a cobertura de quarta geração da operadora até abril de 2013. Para essa empreitada, como já informado por aqui, a companhia usará equipamentos da Alcatel-Lucent, Ericsson e Nokia Siemens Networks.

Na fase inicial do projeto, a estratégia da empresa para a implantação do LTE consiste no reaproveitamento de sites atuais, nos quais serão mantidas ativas estações radiobase (ERBs) de 2G e 3G. “Claro que vamos precisar de mais instalações para fazer a cobertura, mas nesta primeira fase não vislumbramos novas construções”, afirmou o diretor de operações da Oi, James Meaney. “Até 2015 serão muito mais sites”. Segundo ele, outra alternativa para reduzir o custo de investimentos em rede será o compartilhamento de infraestrutura. Hoje ao menos 30% dos sites da empresa são usados em parceria com outras empresas. “Quanto mais compartilhar, melhor”, disse.

Meaney também comentou que a empresa estuda como fará para conciliar o HSPA+ com o 4G, uma vez que a nova tecnologia tem apelo maior nas localidades onde há demanda por 3G com mais velocidade. “Talvez reduza a necessidade de investimento, mas ainda haverá demanda por 3G e HSPA+”.
Embora a data prevista para o lançamento do 4G ainda seja a Copa das Confederações, a empresa já trabalha com testes avançados da tecnologia em algumas das localidades onde o produto será comercializado. Entre as cidades nas quais a Oi já mantém este programa de testes estão: Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo e Belo Horizonte. “Estamos ligando a rede 4G numa área grande e disponibilizando a pessoas da empresa e parceiros”.

Para o lançamento do 4G, a companhia mantém negociações com fabricantes de handsets e ao menos três dispositivos móveis foram confirmados pela empresa: aparelhos celulares da Samsung e da Motorola e um modem da Huawei. Até meados de 2013, ao menos outros seis devem ser homologados pela Anatel e tendem a ser incorporados ao portfólio da Oi.

Provavelmente antes do 4G, a Oi deve colocar no mercado seu serviço de banda larga via FTTH na cidade do Rio de Janeiro. De acordo com o executivo, as vendas deste produto devem começar neste fim de ano. Atualmente a empresa faz testes na Barra da Tijuca, Leblon e outros bairros da Zona Sul da capital fluminense.

COMPARTILHAR EM:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários