Governador recebe diretoria de tele que vai investir R$ 55 milhões em MS

O governador André Puccinelli recebeu os diretores e executivos da empresa de telefonia Oi que foram anunciar o investimento de R$ 55 milhões que serão aplicados este ano na melhoria e ampliação da rede móvel, bem como a infraestrutura para o atendimento da rede de telefonia fixa, banda larga e TV por assinatura.
De acordo com o presidente nacional da Oi, Francisco Valim, os investimentos da empresa que atualmente emprega cerca de 5 mil pessoas vão superar em 77% os recursos aplicados em 2011. “Estes novos investimentos vai ampliar ainda mais a capacidade e qualidade dos serviços que são oferecidos à população de Mato Grosso do Sul. Os novos projetos criam novas oportunidades de crescimento e desenvolvimento para o Estado”, disse o presidente da Oi.
Os executivos da empresa que atende todos os 78 municípios com telefonia fixa apresentaram ao governador André Puccinelli alternativas tecnológicas, que utilizam os serviços de telefonia para os setores da segurança pública e prestação de serviços à população. “Vemos no Estado e nessa gestão uma grande parceria com a Oi”, ressaltou o presidente Valim.
Nos R$ 55 milhões que a Oi vai investir em Mato Grosso do Sul estão previstas a expansão e melhoria de rede que atende todo o Estado, a abertura de lojas em Campo Grande, Dourados e Três Lagoas e novas unidades de franquias no interior do Estado.
Participaram também da reunião o diretor de Relações Governamentais, Carlos Ademar de Aragão; o diretor Regional de Relações Institucionais Centro-Oeste, João Antônio Monteiro Tavares e executivos da operadora de telefonia no Estado.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários