Cade aprova venda de 1.912 torres da Vivo


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra de 1.912 torres e postes de telecomunicações da Vivo pela GP Investments, gestora de fundos com participação em empresas de diversos setores. O relator do ato de concentração, conselheiro Carlos Emmanuel Ragazzo, não constatou sobreposição horizontal nem integração vertical na operação.
O negócio envolve a Presidente Participações, uma sociedade controlada por um fundo de investimentos gerido por uma subsidiária da GP Investments, segundo o órgão antitruste. A notificação da operação foi obrigatória porque os faturamentos do grupo adquirente e da Vivo estão acima do limite de dispensa de averiguação preliminar, previsto na lei do novo Cade, respectivamente R$ 750 milhões e R$ 75 milhões, no Brasil.
O contrato aprovado prevê que a GP Investments alugue as torres de telecomunicação por um prazo inicial de 11 anos para a Vivo. Isso poderá ser feito também com outras operadoras telefônicas.
Em agosto, o Cade havia aprovado o negócio entre a Vivo e a American Tower, pela venda de 300 torres. Esta compra é parte de uma operação envolvendo, ao todo, a 1,5 mil torres.

O Cade avaliou que, com a aquisição a American Tower não superará a marca de 20% do mercado de torres de telecomunicação em nenhum estado do Brasil, independente das localidades das torres escolhidas. A empresa norte-americana constrói e opera torres de redes de comunicações, e conta com mais de 2,5 mil unidades no Brasil. Além disso, a empresa oferece o compartilhamento desta infraestrutura.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários