Oi pretende investir R$ 1,14 bilhão no Nordeste neste ano

Depois de vencer contrato bilionário em PE, a Oi anuncia investimentos bilionários para a região

Com grande foco em banda larga fixa, a Oi pretende investir R$ 1,14 bilhão até o fim deste ano na região Nordeste, segundo informou a operadora nesta segunda-feira, 16. O aporte é 16% maior do que o de 2011 e abrange os estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão. Ainda de acordo com a operadora, já foram investidos mais de R$ 367 milhões até maio deste ano na região.

A banda larga fixa terá mais de R$ 99 milhões do total para o ano. Os planos de expansão desse tipo de oferta deverão contar com quase metade do total de investimentos para o País, que somarão R$ 6 bilhões somente neste ano e R$ 24 bilhões até 2015. Os aportes para a conexão de Internet fixa serão destinados à melhoria da capacidade e velocidade, aumento da cobertura, reforço de rede de transporte e introdução de novos serviços. Novas tecnologias, como FTTH, Wi-Fi, 3G e 4G também serão adicionadas.

A oferta do LTE da Oi deverá seguir o cronograma estabelecido pela Anatel, que se inicia com a instalação “até 30 de abril de 2013” nas seis sedes da Copa das Confederações (Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte), depois nas sedes e subsedes da Copa do Mundo até 31 de dezembro de 2013, a todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes até 31 de maio de 2014 e todos os municípios com mais de 100 mil habitantes até 31 de dezembro de 2016. Além disso, o 4G da operadora deve estar ativo nas cidades de 30 mil a 100 mil habitantes até o final de 2017 e nos municípios menores até o final de 2019.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários