A concorrência acirrada e (re)-desenhada

Executivos da operadora de telefonia Vivo estiveram esta semana em Natal para lançar novos serviços. A empresa, a última a aportar no setor potiguar, busca mais espaço em um campo disputado e que vem se redesenhando.

Em abril de 2009, pouco após a Vivo começar a operar no RN, a liderança do mercado estava com a Oi, com 33,73% do total de clientes. Em seguida, no ranking, vinham a TIM (32,82%), a Claro (32,76%) e a Vivo (0,68%).

Em 2012, o cenário é outro…

Nesse intervalo de três anos, a Claro e a Oi perderam mercado. A TIM e a Vivo avançaram.

A Oi, além de perder espaço, foi a operadora que menos aumentou a base de usuários. O número avançou 54,90%, chegando a 1.221.543 – isso representa 28,76% do total do RN. O ritmo de crescimento foi, entretanto, insuficiente para mantê-la no topo do ranking. A TIM, com expansão de 83,76% entre 2009 e 2012, abocanhou o primeiro lugar e fechou abril deste ano com mais de 1,4 milhão de clientes, 33,2% do bolo total no estado.

A Claro, com crescimento de 65,33%, chegou a aproximadamente 1,26 milhão de usuários e assumiu a vice-liderança do setor, embora tenha perdido participação. Se em 2009 tinha 32,76% do total de clientes, agora, sua fatia não passa de 29,82%. Já a Vivo, que continuou em quarto lugar, registrou o maior crescimento do setor: Sua base de usuários cresceu 2.082%. Em três anos, a participação da operadora alcançou 8,21%.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários