Teles brasileiras preparam seus short lists de fabricantes para 4G

Com a proximidade do leilão de 2,5 GHz e havendo concluído a maior parte dos testes de campo e de laboratório dos equipamentos de redes de quarta geração (4G) no padrão LTE (Long Term Evolution), as operadoras brasileiras começam a preparar suas listas de possíveis fornecedores. Basicamente, são cinco os principais fabricantes disputando os contratos: Alcatel-Lucent, Ericsson, Huawei, Nokia Siemens Networks e ZTE.

De acordo com fontes do mercado ouvidas por este noticiário, as principais variáveis a serem consideradas pelos tomadores de decisão nas teles serão: performance técnica, compatibilidade com as redes atuais, qualidade do pessoal de manutenção e suporte, e, claro, preço. Levam vantagem aqueles fornecedores já presentes nas redes 2G e 3G das operadoras. Neste caso, os favoritos são Ericsson, Huawei e Nokia Siemens, as duas primeiras por praticamente dividirem o mercado 3G brasileiro e a terceira pela grande participação no mercado 2G do País.

Mas surpresas podem acontecer. A Alcatel-Lucent tem como carta na manga um bom leque de contratos internacionais em LTE, muitos deles já implementados com sucesso, e alguns com influência sobre o Brasil, como um com a América Móvil, controladora da Claro. A ZTE, por sua vez, deve procurar uma diferenciação pelo preço, apostam as fontes, podendo eventualmente seduzir operadoras mais sensíveis a esta questão, como conseguiu a Huawei anos atrás na chegada do 3G ao País.

As áreas técnicas devem produzir relatórios sobre os testes para embasar a decisão final de cada operadora, que deve ficar a cargo das diretorias financeiras. A expectativa é de que os primeiros contratos sejam anunciados logo após o leilão em junho, pois o prazo para implementação das redes a tempo da Copa das Confederações é curto.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários