Parceiro de concorrentes da Fifa, Ronaldo recebe “alerta”

Com Ronaldo oficializado como dirigente do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, a Fifa já avisou o ex-atacante que seus patrocinadores pessoais não podem associar sua marca ao torneio, segundo o jornal Folha de S. Paulo. A entidade que comanda o futebol mundial disse em comunicado que Ronaldo está proibido de associar sua função no COL a patrocínios, mas o ex-jogador publicou em seu Twitter – vinculado à Claro, concorrente da Oi, que é patrocinadora da Copa – várias mensagens a respeito de seu novo cargo como cartola.
Apesar de não se referir especificamente ao Twitter de Ronaldo, a Fifa afirmou à publicação que não vai tolerar qualquer tipo de interferência na exposição da marca de seus parceiros – que também incluem a Coca-Cola (cujo concorrente, o Guaraná Antarctica, tem Ronaldo como garoto-propaganda) e a Johnson & Johnson (que atua em área similar a Hypermarcas e Procter & Gamble, com as quais Ronaldo tem negócios). A entidade também diz que confia na responsabilidade do ex-atacante para que seus patrocínios pessoais não interfiram em seu novo trabalho e não causem um conflito de interesses.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários