Operadoras de Telefonias móveis são alvos de ações pela má qualidade do serviço

Ministério Público Federal (MPF), nesta quinta-feira (6), um relatório com as reclamações de consumidores contra todas (Oi, Claro, Tim e Vivo) as  operadoras de telefonia móvel da Paraíba datadas entre 2009 e a data corrente.

Segundo a coordenadora do Procon Estadual, Klébia Ludgério, as reclamações deixam em evidência a má qualidade do serviço prestado por todas as operadoras continuamente. A operadora Oi é o maior alvo das reclamações, segundo o Procon, a telefonia tem a maior cobertura do estado e por isso recebe mais reclamações. “Na semana passada foi a Tim que ficou fora da área de cobertura, mas a Oi, nem se fala mais, é a que mais recebe reclamações”,
contou.

De acordo com o Procon as queixas são de todos os tipos, sempre qualificados como “má qualidade de serviço prestado, é rotineiro aqui no Procon recebermos reclamações de contas superfaturadas ou telefone fora da área de cobertura. O que acontece aqui na Paraíba é que as operadoras vendem mais do que podem oferecer”, revelou.

“O MPF instaurou um inquérito civil há alguns meses, as diretorias dos Procons municipais
vão entregar seus relatórios tais como o nosso de 2009 a 2011. Vamos montar esse inquérito
com todo cuidado, afinal são 4 grandes empresas e elas tem direito de ampla defesa. Após o
inquérito, vamos entrar com uma ação civil pública”, explicou.

Klébia declarou que tipo de resultado é esperado dessa ação. “No Piauí aconteceu algo
semelhante com uma operadora, o MPF aplicou uma multa de R$ 50 milhões e suspendeu a
venda de novos serviços até que a qualidade fosse adequada”, concluiu.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários