InícioNotíciasOperadoras de Telefonias móveis são alvos de ações pela má qualidade do...

Operadoras de Telefonias móveis são alvos de ações pela má qualidade do serviço

Ministério Público Federal (MPF), nesta quinta-feira (6), um relatório com as reclamações de consumidores contra todas (Oi, Claro, Tim e Vivo) as  operadoras de telefonia móvel da Paraíba datadas entre 2009 e a data corrente.

Segundo a coordenadora do Procon Estadual, Klébia Ludgério, as reclamações deixam em evidência a má qualidade do serviço prestado por todas as operadoras continuamente. A operadora Oi é o maior alvo das reclamações, segundo o Procon, a telefonia tem a maior cobertura do estado e por isso recebe mais reclamações. “Na semana passada foi a Tim que ficou fora da área de cobertura, mas a Oi, nem se fala mais, é a que mais recebe reclamações”,
contou.

De acordo com o Procon as queixas são de todos os tipos, sempre qualificados como “má qualidade de serviço prestado, é rotineiro aqui no Procon recebermos reclamações de contas superfaturadas ou telefone fora da área de cobertura. O que acontece aqui na Paraíba é que as operadoras vendem mais do que podem oferecer”, revelou.

“O MPF instaurou um inquérito civil há alguns meses, as diretorias dos Procons municipais
vão entregar seus relatórios tais como o nosso de 2009 a 2011. Vamos montar esse inquérito
com todo cuidado, afinal são 4 grandes empresas e elas tem direito de ampla defesa. Após o
inquérito, vamos entrar com uma ação civil pública”, explicou.

Klébia declarou que tipo de resultado é esperado dessa ação. “No Piauí aconteceu algo
semelhante com uma operadora, o MPF aplicou uma multa de R$ 50 milhões e suspendeu a
venda de novos serviços até que a qualidade fosse adequada”, concluiu.



Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários