quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Queda astronômica no número de clientes da Oi é o mico de novembro

O que você achou? 
Nextel apresentou crescimento de 1,05% no número de clientes cadastrados na base. Veja o desempenho das demais operadoras de telefonia celular.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou na noite desta quarta-feira (09/01), os dados de acessos da telefonia móvel referentes ao mês de novembro de 2018. No penúltimo mês do ano a Oi fez feio e perdeu 762.691 usuários, quase o total de perdas de Vivo (-390.401) e TIM (-387.937) juntas.

Foi durante o mês de novembro, mais precisamente no dia 19, que a Oi lançou a famosa oferta para a Black Friday que oferecia 50GB de internet e ligações ilimitadas para qualquer operadora nacional por R$ 99 por mês. Pelo visto a massiva divulgação do Oi Mais Top nas redes sociais não ajudou nos números de acessos do mês.




A promoção estava prevista para encerrar no dia 02 de dezembro, mas a companhia decidiu prorroga-la por mais uma semana, até 9 de dezembro. O site Minha Operadora perguntou à Oi quantos consumidores aderiram ao plano Oi Mais Top durante o período promocional mas a assessoria de imprensa da companhia disse que dessa vez não iria compartilhar os números.

Seguindo com os demais desempenhos do mês... A Claro também perdeu clientes (-51.519), mas essa queda foi bem mais discreta que as da concorrência. Entre as maiores operadoras de celular do Brasil, apenas a Nextel cresceu. A operadora, controlada pela norte-americana NII Holdings, adicionou 34.053 clientes em novembro.
Uma observação sobre a Algar Telecom: desde o mês de julho - quando tinha 1,28 milhão de linhas ativas - a empresa não envia os dados de acompanhamento dos acessos móveis para a Anatel. Por este motivo o Minha Operadora decidiu excluir a operadora do nosso gráfico de desempenho mensal até que haja nova movimentação nos números.


Levando em consideração o crescimento percentual de base, que é o que o Minha Operadora utiliza para definir as empresas destaque e mico do mês, o mês de novembro no segmento de telefonia celular ficou assim:

  1. Nextel (aumentou a base em +1,05%) => DESTAQUE
  2. Claro (diminuiu a base em -0,08%)
  3. Vivo (diminuiu a base em -0,52%)
  4. TIM (diminuiu a base em -0,68%)
  5. Oi (diminuiu a base em -1,99%) => MICO

O Brasil fechou o mês de novembro contabilizando 231.827.959 chips móveis ativos (-0,65% na comparação com outubro). Desse total, 133.377.989 linhas são pré-pagas (queda de 2,16% em relação ao mês anterior) e 98.449.970 são pós-pagas e controle (aumento de 1,47%).

Com os dados atualizados, a Vivo permanece sendo a maior operadora de telefonia celular do Brasil, com 73,6 milhões de clientes. Veja no ranking abaixo quantas linhas ativas cada operadora possuía no décimo primeiro mês de 2018:



23 comentários:

  1. O grande prolema da oi e a cobertura,aqui na minha regiao c vc sai da cidade ela nao pega mais,sendo q as outras pegam fora da zona urbana.C vc tem propriedade rural,ou trabalha nem adianta por um chip da oi q fatalmente vc vai passar nervoso.

    ResponderExcluir
  2. Não entendi direito a comparação entre Vivo e Tim, pois no grafico mostra uma queda maior para Vivo do que para Tim porém no percentual foi colocado uma perca maior para Tim. Esta Esta isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh fácil. O percentual eh de redução da base e como a base da vivo eh maior o percentual tende ser menor.

      Excluir
  3. A Oi precisa rever toda essa política e melhorar a cobertura, se ela fizesse isso, sairia da crise bem rápido.

    ResponderExcluir
  4. O problema não eh apenas cobertura. Se desses 700 mil cada um gastasse 10 reais por mês são 7 milhões a menos no caixa e isso eh ruim para uma empresa q está tentando sair de uma crise e precisando investir em cobertura. Não sei até quando a Oi estará nessa corda bamba que pode estar prestes a arrebentar.

    ResponderExcluir
  5. As outras concorrentes com mais 3000 cidades cobertas com 4G e a Oi não tem nem isso com 2G. 4G só em pouco mais de 800 cidades e com uma cobertura limitadíssima na maior parte dos locais. Impossível ser cliente da Oi. Poderia lançar o Oi Beta com 100GB por R$ 25,00 que eu não quero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na minha cidade até tem 3G da Oi mas não 4G, e olha que a cidade tem 100 mil habitantes, mas a velocidade não chega a 0,4 Mb/s. Sem condições de ver foto no Whatsapp. Paguei até multa para deixar aOi, mas não tinha condições de navegar, sem dizer que não há sinal no meu trabalho.

      Excluir
  6. Eu só uso Oi e acho boa. Me surpreendendo. Só que tem algo estranho nesses números. A queda foi gigante. Acho que a Oi está fazendo a limpa na base. Cancelando chip que fica muito tempo inativo para evitar pagar a taxa para a ANATEL em 2019. Já a TIM eu conheço uma pessoa que tem uns 2 anos sem colocar R$1,00 de crédito.

    ResponderExcluir
  7. A solução para oi é a venda. Para onde o cliente vai se arrepende . ,( atendimento , cobertura etc ).

    ResponderExcluir
  8. oi para mim a operadora com planos mais baratos do Brasil,tanto pre,controle ou pós,o que muita gente está pulando fora,principalmente no RJ e a cobertura,tá deixando a desejar,as vezes em certos lugares irrita ficar no 2G em 2019 em uma grande cidade como o RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou do Rio e deixei a Oi exatamente por isso. Em locais onde Claro oferece 4,5G Max e a TIM oferece até VOLTE, a Oi exibe o seu único sinal 2G e sem dados. Em 2019 em uma grande metrópole como o RJ, isto é inadmissível e símbolo do descaso desta operadora com a sua rede móvel.

      Excluir
    2. Também sou do RJ e era cliente da Oi. O sinal é muito ruim. Trabalhava no Centro e o 3G não funcionava. Entrava em algum prédio, o sinal caía pra 2G. Os planos são bons, mas falta muito investimento em cobertura.

      Excluir
  9. Verdade,os planos dela são mais baratos porém,a cobertura deixa a desejar

    ResponderExcluir
  10. A Oi pode vir a oferecer um serviço descente em um período de 02 a 03 anos; sem capitalizar ou arrumar um grande sócio, com grana, pra entrar na sociedade, esquece! A operadora dos planos mais baratos, verdade seja dita, mas de tecnologia sucateada, cobertura ridícula, não consegue fazer frente as demais. Sou cliente TIM e como o amigo aí disse... todas tem suas qualidades, seja a ampla cobertura no interior da VIVO, seja a velocidade da rede 4,5G da Claro e mesmo a vasta cobertura 4G com VoLTE da TIM. A Oi, por enquanto não apresenta diferencial tecnológico algum.

    ResponderExcluir
  11. Aqui no meu município eu sou um dos poucos que tem Oi. O sinal no centro só é forte fora de casa e o 4G só funciona em alguns cantos fora de casa. Dentro de casa a gente fica quase que sem sinal pra falar, mas apesar dos pesares, o 3G funciona bem mesmo que na prática era pra ser 4G. A Tim aqui vende 4G mas não funciona que preste!

    ResponderExcluir
  12. Tá simples de resolver, se a Oi ampliar o sinal 4g será uma das melhores operadoras do país, em termos de economia de planos, hoje o Oi livre é um dos melhores planos pré pagos do Brasil.

    ResponderExcluir
  13. Sou Oi desde 2008. Se sair da cidade a cobertura dá tchau...
    A Oi precisa investir em cobertura logo se quiser voltar a briga.

    ResponderExcluir
  14. A China deveria compra 50% da oi

    ResponderExcluir
  15. Com essa cobertura sucateada da oi, vai continuar perdendo clientes. Aqui onde moro a cobertura e apenas 2G, já fiz várias reclamações, e os atendentes sempre falam a mesma coisa, que nao tem recursos para fazer melhorias na rede local.

    ResponderExcluir
  16. O acordo de compartilhamento de torre da Oi com a Tim já está funcionando, pois ainda na vi mudancas.

    ResponderExcluir
  17. Enquanto a oi nao deixar de investir em orelhoes e comecar focar em cobertura 3g e 4g nunca vai sair dessa crise que ela afundou,sempre vai ser a quarta força do brasil em telefonia.

    ResponderExcluir
  18. OI é uma merda. Vários bairro aqui no RJ não funciona. Não ter 4G na capital é sinal que eles tem é que se foder mesmo. mudei pro TIM beta hoje. VTNC oi!

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.