sábado, 3 de novembro de 2018

Velocidade de internet no Brasil supera a da Argentina

O que você achou? 
Dados referentes ao terceiro trimestre de 2018.


De acordo com dados da Ookla, responsável pelo site SpeedTest, a velocidade média da banda larga fixa no Brasil no terceiro trimestre foi de 24,9 Mbps - crescimento de 27% em relação aos seis meses anteriores, quando a velocidade era 19,6 Mbps.

Com esses números o Brasil fica na 62ª posição, à frente dos nossos hermanos, a Argentina, que aparece na 73ª posição com 22.2 Mbps em velocidade média de download e 4.8 Mbps em upload.








Com a implementação em massa de FTTH (Fiber to Home, ou fibra para o lar, em português) que as operadoras estão promovendo, o Brasil daqui pra frente poderá se sair melhor em rankings deste tipo, já que as velocidades oferecidas por fibra óptica são bem maiores.

Em termos de prestador de serviço, a NET segue na liderança do ranking de velocidade da banda larga fixa no país, com velocidade de download de 37,4 Mbps. Caso queira conferir todos os detalhes sobre o estudo clique aqui.


O ranking da Ookla leva em consideração 130 países e uma vasta infraestrutura de testes com mais de 7.000 servidores. 

A velocidade média global da banda larga fixa é de 49,2 Mbps para download e 24,2 Mbps para upload. No Brasil a média de upload é 11,8 Mbps. 


A líder absoluta em velocidade para a banda larga fixa no terceiro trimestre foi a Singapura, com impressionantes 190,5 Mbps, de média. 

Do Top 10 o país que mais cresceu foi a Espanha, que saltou da 12ª posição para a 9ª posição. Entre julho e setembro a média de velocidade cresceu de 88,9 Mbps para 96.3 Mbps. 

VIU ISSO?




Em banda larga móvel o Brasil ocupa atualmente a 67ª posição, enquanto a Argentina vem bem atrás, na 83ª posição. A média de velocidade global de download e upload da banda larga móvel é 23.6 Mbps e 9.3 Mbps, respectivamente.

No Brasil a média de velocidade de download, entre julho e setembro, foi de 19,7 Mbps. Em setembro a maior velocidade foi registrada: 20,2 Mbps. Já em upload a velocidade média é de 8.1 Mbps.

Na Argentina a média foi de 16,5 Mbps. A maior velocidade foi registrada em setembro: 17 Mbps. Em upload a velocidade é 8.45 Mbps.

Confira abaixo a faixa dos 10 países em que o Brasil está inserido no ranking SpeedTest, tanto em internet fixa quanto móvel.

Internet fixa



Internet móvel




4 comentários:

  1. Não é reclamar de barriga cheia. O fato é que uns tem demais e outros de menos. Enquanto que nas grandes cidades tem muita oferta baseada em muita qualidade em investimento e infraestrutura, o interior sofre com a falta de opção e o monopólio involuntário por não haver interesse das empresas em investir nestes lugares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depende, nem sempre é assim, muito pelo contrário, nas grandes cidades principalmente Rio e SP a maior parte da cidade não há concorrência e a velocidade mamáxi dificilmente chega aos 10 Mb, as redes de cobre sucateadas, nessas cidades só em bairros nobres ha concorrência e bom seevser, as cidades do interior paulista estão a ser melhor servidas do que na proprpr capital, pois as redes estao a ser construída praticamente do zero e geralmente com fibra

      Excluir
  2. Em SP não muda muito, as operadoras só investem em bairro nobre, a periferia que se dane, aqui onde moro sempre teve lixo da Vivo de 2MB por 8 ano,s só me livrei o ano passado porque chegou a Tim Live, mais muitos bairros só tem Vivo 2MB, e sem opção alguma, uma vergonha, já que a NET só tem em bairro nobre, e a Tim Live nem todo lugar tem ainda.

    ResponderExcluir
  3. Que grande troféu a Argentina ser ponto de partida pra internet , os hermanos nem pra futebol é referencia , pois o melhor de todas as épocas é brasileiro .

    ResponderExcluir