InícioNotíciasVivo passa a vender smartphones da Xiaomi com exclusividade

Vivo passa a vender smartphones da Xiaomi com exclusividade

Produto será vendido a partir de 250 reais atrelado a um plano pós-pago. Conheça o aparelho e veja o seu preço avulso.

As lojas da operadora Vivo vão começar a apresentar nas prateleiras smartphones de uma nova marca que apareceu no Brasil: a chinesa Xiaomi. A novidade foi anunciada por Hugo Barra, presidente da empresa, em um evento em São Paulo para anunciar uma nova versão do sistema utilizado no celular – uma modificação do Android. Até então, o Redmi 2 – único aparelho da fabricante disponível em nosso país – era vendido apenas pelo site da própria Mi (como é chamado o nome fantasia da empresa no Brasil).

Com processador Quad-Core de 1.2 Ghz, tela de 4,7″ em alta definição (HD), câmera traseira de 8 MP e frontal de 2 MP, 133 gramas de peso, microfone com redutor de ruídos e bateria de 2200mAh, o melhor smartphone da categoria com preço de até R$ 1 mil, segundo análise do site especializado em tecnologia Olhar Digital, terá o custo de R$ 679 sem estar atrelado a nenhum plano de conta. Porém, ao adquirir o plano SmartVivo Pós 4G, que custa R$ 169,99 por mês, o mesmo aparelho pode ser comprado por R$ 249, ou em até 12 prestações de R$ 21,00.

No site da própria fabricante, no entanto, o mesmo aparelho pode ser adquirido – sem a obrigatoriedade de contratar um plano pós-pago – a partir de R$ 499, desde que comprado à vista por boleto ou cartão de crédito. Para quem prefere parcelar o custo, o valor sobe para R$ 549, sem contar o valor do frete, que também é adicionado ao preço final. Comprando pela internet, um consumidor de Recife, por exemplo, paga um frete de 46 reais, que acaba aproximando o preço final ao praticado pela operadora de telefonia sem plano vinculado.
A parceria com a Vivo – que vai faturar cerca de R$ 180 por cada smartphone vendido (note que isso não significa necessariamente o lucro líquido da companhia) é uma estratégia da Xiaomi para fazer crescer suas vendas no Brasil. Nem todo mundo gosta ou costuma comprar pela internet – nem tampouco pagar frete e esperar vários dias para ter seu produto em mãos – e a grande quantidade de lojas da operadora espalhadas pelo país fizeram a fabricante encarar de uma forma positiva a oportunidade.

Conheça mais especificações do aparelho:



Leia também:

Redação Minha Operadorahttps://plus.google.com/112581444411250449571
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários