Virgin Mobile aguarda apenas autorização da Anatel para começar a operar no Brasil


A Virgin Mobile, que tem entre os principais acionistas o grupo britânico Virgin, anunciou nesta quinta-feira, 23, acordo de compartilhamento de redes de telecomunicações com a Vivo e pedido de licença para lançar operadora celular virtual no Brasil.

A companhia também fechou acordo de compartilhamento com a Telefónica, controladora da Vivo, no México, onde também prepara lançamento de sua operações após ingressar na América Latina em 2010, já tendo estabelecido operadoras no Chile e Colômbia.

No Brasil, onde o mercado de celular é praticamente dividido entre as operadoras Vivo, Claro, TIM e Oi, a Virgin Mobile reforçará o grupo de operadoras móveis virtuais, que é formado por Porto Seguro, unidade do grupo segurador de mesmo nome, e Datora Telecom.
A Virgin não informou quando espera iniciar a operação comercial, comentando apenas que prevê que isso será feito “o quanto antes for possível”, após a liberação da licença pela Anatel.

Esse o segundo acordo anunciado neste mês de uma operadora que utilizará a mesma rede dos clientes da Vivo. Na semana passada, a Nextel anunciou que também fechou um negócio com a Telefónica|Vivo para utilizar a rede da Vivo no Brasil, e da Movistar no México.

Sobre a Virgin Mobile

Virgin Mobile é uma marca de telefonia celular usada por oito operadoras-licenciadas independentes em todo o mundo. Serviços de comunicações móveis de marca Virgin Mobile estão disponíveis na Austrália, Canadá, Chile, Colômbia, França, Índia, Polônia, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos. O Brasil e México devem receber os serviços da operadora em breve, como informa a reportagem acima. Os serviços da marca Virgin Mobile já foram oferecidos anteriormente em Cingapura e Qatar.

Cada operadora da marca Virgin Mobile atua de forma independente das outras, assim os aparelhos, planos de serviços e estruturas da rede podem variar de país para país.

A americana Virgin Mobile também é conhecida pelo marketing agressivo que pratica em todas as suas filiais. Além de provar reações adversas por parte do seu público-alvo por veicular campanhas polêmicas e que chamam a atenção. Temos como exemplo uma campanha que exibe modelos com corpos despidos que tem apenas suas partes íntimas cobertas por aparelhos vendidos pela operadora. Segundo a agência de publicidade contratada, a ideia da campanha seria mostrar “que você não pode viver sem um plano”. O Minha Operadora separou algumas imagens que foram divulgadas em revistas, jornais, pontos de ônibus, outdoors e no site oficial da operadora nos países em que atua.


Outra campanha veiculada na grande mídia do Canadá convida a população a “ligar sem medo” para seus amantes secretos durante as férias – a campanha incluiu o beijo de dois homens que mantinham relações as escondidas. O comercial chegou a ganhar um prêmio por uma associação não governamental de Toronto.


Sobre operadora móvel virtual

Muitos ainda se questionam sobre o que é de fato uma operadora móvel virtual (ou MVNO). Basicamente uma MVNO é uma operadora que utiliza a rede de uma outra operadora tradicional. Já que ela já tem a cobertura, para conseguir mercado a operadora virtual deverá realizar investimentos em atendimento ao consumidor, vendas e marketing.

Nós já publicamos há algum tempo uma matéria explicativa sobre as MVNOs, você pode ler essa matéria com mais calma, sempre aqui.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários