TIM bisbilhota dados de Dilma e presidência exige explicações

COMPARTILHAR:

Dois funcionários da TIM resolveram fuçar dados cadastrais de Dilma Roussef no Serasa (serviço de proteção ao crédito) e arrumaram um contratempo para a operadora, que terá de prestar esclarecimentos ao Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República. Como Dilma não utilizou serviços da empresa, a invasão é considerada injustificável.

Até o momento, se sabe que os empregados espiões foram demitidos por violação de código de conduta. Também houve acesso indevido ao perfil do ex-presidente Lula que, assim como sua sucessora, também afirma não ter entrado em contato com a operadora.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários