TIM investirá 700 milhões de reais em rede de fibra ótica

A operadora de telefonia TIM investirá cerca de R$ 700 milhões em infraestrutura de fibra ótica neste ano, para aumentar a capacidade de sua rede e conectá-la a antenas móveis no eixo Rio-São Paulo , disse um executivo da companhia.

O investimento em fibra faz parte do plano da empresa de investir R$ 3 bilhões por ano no triênio 2012-2014.

“Dentro da área de backbone ótico, IP, etc. estamos investindo algo em torno de R$ 700 milhões neste ano”, afirmou o diretor de rede de transporte fixo móvel da operadora, Cícero Olivieri.

“Esses 700 milhões visam reforçar e expandir a infraestrutura de transporte (de capacidade) da TIM”, acrescentou.

A empresa tem como um de seus principais projetos conectar 90% das antenas de transmissão de dados móveis no Rio de Janeiro e São Paulo à rede de fibra ótica (frente aos atuais 50%), de acordo com o executivo.

Isso será um “diferencial” para a TIM sobre a concorrência na região, disse Olivieri.

As operadoras móveis brasileiras sofreram forte pressão do governo para melhorar a qualidade dos serviços em meados do ano passado, quando a Anatel suspendeu por 11 dias a venda de linhas pela TIM, Claro e Oi em diversos Estados.

A partir disso, as empresas se comprometeram a melhorar as redes e aumentar a qualidade dos serviços, apesar de manterem o volume de investimentos previstos para este ano. A TIM, inclusive, lançou um portal para situar usuários sobre a evolução da sua rede, em conformidade com o plano de ação apresentado à Anatel.

Além do eixo Rio-São Paulo, a tele também se concentrará na expansão da rede de fibra no Norte e no Nordeste, duas das áreas mais afetadas pela proibição imposta pela a Anatel à operadora de vender novas linhas em 18 Estados e no Distrito Federal.

“Com relação a outras cidades, o restante do dinheiro (dos 700 milhões de reais) está espalhado, mas muito concentrado no Nordeste e no Norte do Brasil”, afirmou Olivieri. O executivo salientou que a rede de fibra ligando Belém a Manaus deverá ser ativado em julho, se não houver imprevistos. Essa rede faz parte de um acordo com a estatal Telebrás para compartilhamento de rede.

A TIM vai ceder mais de 2.000 km de fibras óticas no Norte do país à Telebrás, nos trechos de Tucuruí (AP)-Macapá-Manaus. A estatal, reativada pelo governo para operar o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), vai ceder, em contrapartida, a mesma quilometragem de rede em trechos no interior do Norte e do Nordeste, como Tucuruí-Belém.

A TIM fechou 2012 com quase 40.000 km de fibra ótica, enquanto os investimentos em projetos nesse segmento no ano passado totalizaram R$ 500 milhões, informou a operadora.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários