InícioNotíciasTeles querem usar wi-fi para diferenciar serviços e gerar receitas

Teles querem usar wi-fi para diferenciar serviços e gerar receitas

A oferta de serviços Wi-Fi faz parte da estratégia de crescimento das operadoras, como mostra pesquisa da Amadocs. Das empresas de telefonia fixa, móvel e a cabo consultadas, 89% delas já implantaram, planejam implantar ou utilizar redes sem fio. O objetivo de 40% delas é diferenciar seus serviços, gerando valor parta seus clientes como principal meta, ou seja, mais do que uma solução para aliviar redes congestionadas.

Segundo o levantamento, proporcionar uma experiência integrada aos assinantes entre as redes que utilizam tecnologia celular e wi-fi obteve notas altas (média 8.1 numa escala de 1 a 10) das operadoras, o que sugere que elas consideram prioritário oferecer ao cliente uma experiência de alta qualidade com redes 3G/4G/ Wi-Fi. No entanto, a autenticação dos usuários apareceu entre as principais barreiras técnicas para implantação de serviços de conexão sem fio, destacando a importância de uma autenticação flexível e segura para a conquista de uma experiência integrada.

Uma das prioridades do serviço wi-fi apontada pelas empresas é seu uso em roaming, apesar de ainda ser um mercado relativamente jovem. Outro resultado obtido na pesquisa é que 57% das operadoras que implantaram redes wi-fi alegam que estão gerando receitas com seus produtos, mas o levantamento também revelou que muitas delas estão buscando modelos inovadores, que vão além da cobrança direta dos clientes (que geralmente confundem serviços wi-fi com acesso gratuito à Internet). Essas descobertas sugerem que as justificativas das operadoras para implantação de serviços wi-fi ainda podem ser reforçadas.
“Nossa pesquisa mostra que mesmo com o mercado de wi-fi ainda no estágio inicial, as operadoras estão agindo com vistas para o futuro, indo além da adoção dos sistemas usuais de wi-fi somente para aliviar redes 3G e 4G congestionadas”, disse Chris Nicoll, analista-chefe da Analysys Mason. “Fazer o offloading (descarregamento) de dados ainda é uma prioridade, mas está claro que as operadoras estão vendo os serviços wi-fi como uma maneira de se diferenciar dos concorrentes e existe um grande interesse em explorar modelos de negócios novos e inovadores para gerar receitas com esses serviços.”
“As operadoras agora se concentram na diferenciação dos serviços, na experiência dos clientes e na criação de receitas com os serviços wi-fi”, disse Rebecca Prudhomme, vice-presidente de marketing de produtos e soluções da Amdocs. “Isso enfatiza a importância de se adotar soluções de autenticação e autorização seguras e escalonáveis para garantir uma experiência integrada para os clientes quando entram e saem da rede wi-fi. Além disso, o controle de políticas em tempo real cria novas oportunidades para a geração de receitas com essas redes, possibilitando às operadoras oferecer serviços diferenciados, tais como serviços em camadas e serviços premium.”

A pesquisa foi baseada em um estudo quantitativo realizado pela Analysys Mason envolvendo entrevistas por telefone com tomadores de decisão de mais de 30 operadoras do mundo inteiro, inclusive da América do Norte, Caribe e América Latina, Europa, Oriente Médio e Ásia Pacífico. A pesquisa foi realizada em outubro de 2012.


Redação Minha Operadora
O mais acessado site de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil. Mais de 17 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas vistas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários