Governo e Fifa assinaram memorando sobre telecomunicações na Copa

O ministro das Telecomunicações, Paulo Bernardo, vai chamar para uma reunião os administradores de estádios de futebol estaduais e municipais e as empresas de telefonia para tratar dos investimentos na instalação de redes de telecomunicações para grandes eventos, como a Copa das Confederações, este ano, e a Copa do Mundo, em 2014. A reunião deverá ser ainda esta semana, ou, no máximo, no início da próxima semana, anunciou ele em um evento da Oi no Rio de Janeiro.

Na reunião serão discutidas as disparidades que o ministro vem encontrado nos pedidos feitos por parte das administrações dos estádios. Segundo disse, há pedidos pertinentes e outros até sem cabimento.

“Em cada lugar o administrador do estádio pede coisas diferentes, algumas pertinentes outra sem cabimento. Até pedido para patrocinar o time no campeonato estadual tem acontecido. Isso não é possível”, disse ele, sem querer dizer quais outros pedidos que considera sem cabimento têm sido feitos.

No fim de janeiro, quando governo e Fifa assinaram memorando sobre telecomunicações, Paulo Bernardo disse que as operadoras terão que reforçar a rede durante jogos da Copa para garantir que o serviço esteja disponível no entorno dos estádios.

O ministro disse que calcula um bilhão de pessoas assistindo à final da Copa do Mundo, além de mais de 60 mil no estádio. “Essas pessoas têm que estar perfeitamente conectadas. Faz parte do requisito para fazer o espetáculo”, disse.

Paulo Bernardo explicou que os estádios terão dois anéis de fibra ótica, independentes um do outro. “Até para prevenir atentados. Se um danificar, o outro funciona.”

O Wi-Fi é a aposta para descongestionar a rede, segundo o ministro. Ele disse que em Londres, durante as Olimpíadas de 2012, havia 700 mil pontos de Wi-Fi na cidade. 

Pedro Ripper, diretor de Inovação e Novos Negócios da Oi, disse que a operadora já tem 50 mil pontos de Wi-Fi no país, a maioria no Rio, e a previsão é chegar a 500 mil até o fim de 2013. Para assinantes da operadora, o serviço é gratuito. Para não-assinantes, a primeira meia-hora é gratuita. “No Engenhão tem wi-fi em qualquer lugar, até da arquibancada”, disse.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários