Filme Baile Perfumado encerra Vivo Open Air

Amigo íntimo do Padre Cícero, o mascate libanês Benjamin Abrahão decide filmar Lampião e seu bando, pois acredita que este filme o deixará muito rico, sonho que é prejudicado pela ditadura do Estado Novo. Este é apenas um resumo do enredo que foi apresentado neste domingo (9), no encerramento do Vivo Open Air.

O Baile Perfumado, filme de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, de 1997, foi o último exibido na tela do tamanho de uma quadra de tênis, de tecnologia suíça, montada ao ar livre no Cais de Santa Rita, bairro São José, Centro do Recife.

De acordo com a organização do evento, aproximadamente 10 mil pessoas assistiram aos filmes, uma media de mil espectadores por noite. O Voa começou no dia 28, sendo realizado de quarta a domingo por duas semanas.

O Vivo Open Air trouxe a pré-estreia de O Som ao Redor, do pernambucano de Kleber Mendonça Filho, no Recife. Alguns clássicos foram Curtindo a Vida Adoidado, O Poderoso Chefão e De Volta para o Futuro.

Depois de assistir aos filmes, o público aproveitou as festas. Baby do Brasil animou os cinéfilos no primeiro sábado. Nesse, Companhia da Lapada participou do Brega Naite. Seu Jorge e Karyna Spinelly também estiveram entre as atrações principais.

O diretor do evento, Renato Byington, disse através da assessoria de imprensa que esta foi a mais bela edição do Vivo Open Air realizada até hoje. O evento ainda não está garantido para 2013, mas há interesse da produção.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários