Vivo Open Air Recife vai começar

Começa na próxima quarta-feira (28) o Vivo Open Air Recife, no Cais de Santa Rita, Centro. Até o dia 9 de dezembro, o público vai poder ver os maiores clássicos do cinema e alguns pré-lançamentos numa mega tela, que tem a mesma medida de uma quadra tênis. As exibições, sempre realizadas de quartas a sextas-feiras, ainda serão acompanhadas de apresentações de DJs, festas e shows com atrações especiais.


A programação já está disponível no site oficial do evento. Lá é possível comprar ingressos e conferir o que rolou nas edições do Rio de Janeiro e São Paulo este ano. Quem preferir, também pode adquirir as entradas na Loja Esposende (Shopping Tacaruna e Shopping Recife). Os preços dos ingressos de 4ª, 5ª e Domingo vão custar mais barato: R$ 36 inteira, R$ 18 meia. Sextas e sábados; R$ 40 inteira, R$ 20 meia.
Esta é a primeira vez que o Vivo Open Air chega a uma cidade do Norte/Nordeste. A tela que será usada por lá é ainda maior que as usadas nas edições anteriores. Ela viajou de navio em quatro containers de 40 pés. O equipamento todo (tela + projeção + som) vem da Suíça, pesa ao todo 70 toneladas. As imagens são em full HD e som surround 5.1.
Logo no primeiro dia, o Vivo Open Air já traz novidade. O Som ao Redor, filme de Kleber Mendonça Filho multipremiado no Brasil e no exterior estreia pela primeira vez na cidade, na quarta-feira, 28 de Novembro.

“Aguardamos até agora uma ótima oportunidade de fazer a avant première de O Som ao Redor no Recife e esse convite do Vivo Open Air nos pareceu perfeito para o filme. Tanto pelo timing, como pelas condições técnicas”, diz Emilie Lesclaux, produtora do longa metragem pernambucano.

“A lista de equipamentos de som e projeção que a produção nos enviou é impressionante. O Som ao Redor terá seu dia de show de rock, a pouco mais de um mês da sua estréia nos cinemas brasileiros”, afirma Kleber Mendonça Filho.
Recife ainda será a estrela de outras duas produções: Era uma vez eu, Verônica (dia 07/11), também em sua pré-estreia, e o cultuado Baile Perfumado de Paulo Caldas e Lírio Ferreira. Este último foi remasterizado com o patrocínio da Vivo e encerrará o evento, no dia 09 de dezembro.
Era uma vez eu, Verônica, de um do mais conhecidos e premiados diretores do cinema pernambucano, Marcelo Gomes revela as reflexões de Verônica, uma estudante de medicina recém-formada, passando por um momento de incertezas e assim como O Som ao Redor ,apesar de ter sido gravado na capital pernambucana, ainda não tinha sido exibido para os conterrâneos.
Entre as estreias e pré-estreias internacionais estão Quatro Amigas e um Casamento e o novo filme do diretor francês Leos Carax, Holy Motors.

Os fâs de clássicos como O Poderoso Chefão (Francis Ford Coppola) e Pulp Fiction (Quentin Tarantino) e De Volta para o Futuro vão poder matar a saudade em grande, e bem grande, estilo. Vão para o mega telão em cópias remasterizadas com som e imagens perfeitos para os fãs se deliciarem. São garantia de lotação esgotada.
Comemorando 60 anos de carreira, Baby do Brasil retornou aos palcos e trará ao Vivo Open Air Recife, na noite do dia 01/12, seu mais novo show, “Baby Sucessos”, que tem a direção assinada pelo próprio filho, Pedro Baby.

Os arranjos, a banda e todo o repertório foram escolhidos por Pedro, que depois de tocar com nomes como Marisa Monte, Bebel Gilberto, Ana Carolina e Gal Costa se emociona de poder estar ao lado da mãe. “Estou fazendo um trabalho com todo meu coração. É uma responsabilidade enorme e que chegou no momento certo”, revela o guitarrista.

Consagrado no Brasil, Seu Jorge ganhou o mundo em várias apresentações internacionais e pousa no palco do Vivo Open Air Recife no dia 07/12. Sua antiga banda, Trio Preto (que, com a incorporação de um quarto integrante, passou a se chamar Trio Preto +1), que passou a fazer voo solo, também será um espetáculo a parte. No esperado reencontro do grupo com o mestre estarão alguns sucessos clássicos do samba e composições próprias – mas nada desconhecidas. É de integrantes do Trio Preto + 1 músicas que estouraram na voz de Seu Jorge, como “Burguesinha” e “Mina do Condomínio”.
Além dos shows, o Vivo Open Air ainda trará as festas Odara Ôdesce (1/12) e Selecta, responsável por inserir o Nordeste no roteiro das grandes festas nacionais.

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários