Oi quer ajudar Telebrás em infraestrutura para a Copa

O presidente da Oi, Francisco Valim, disse nesta sexta-feira que a companhia quer contribuir com a Telebrás na infraestrutura necessária para o atendimento dos serviços de telecomunicações para a Copa do Mundo de 2014. “Nós achamos que, por conta da nossa capilaridade, podemos ajudar a Telebrás neste processo. Apresentamos alternativas para complementar a rede da Telebrás, para que o investimento seja o menor possível”, afirmou Valim, em entrevista a jornalistas, após a inauguração de um novo prédio da empresa em São Paulo.

Segundo ele, o acordo será semelhante ao recente estabelecido pela TIM com a Telebrás. “Isso é bem usual, pois todas as empresas usam as infraestruturas de todos”, complementou. Valim acrescentou que a Oi compartilha cerca de 30% da parte física de suas torres. Especialmente para os serviços de 4G, ele previu que vá acontecer o compartilhamento, essencialmente das torres, o que, inclusive, está incluído no compromisso da concessão deste serviço.

“Num primeiro momento, não precisaremos de novas torres para o 4G”, afirmou em referência à expectativa de lançamento comercial do serviço em algumas cidades como o Rio de Janeiro até o final deste ano e em São Paulo até o primeiro trimestre de 2013. “Se precisarmos de novas torres, vamos tentar fazer compartilhamento”, explicou. A necessidade de novas torres deverá ocorrer a partir de 2014, com a ampliação do 4G, previu.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários