Telefônica conclui integração com a Vivo após 18 meses

O processo de integração de equipes e transformação da empresa Telefônica no Brasil, que lançou ontem a Vivo como braço nacional da companhia nos serviços de telefonia fixa, internet e TV por assinatura, agregados ao já consolidado trabalho da marca com telefone móvel, levou 18 meses e custou R$ 120 milhões. “Este é um momento histórico na trajetória de mais de 13 anos de atuação da Telefônica no Brasil”, disse o presidente da Telefônica/Vivo, Antonio Carlos Valente. O dia marcou o lançamento da marca única para os quatro serviços. 

“Estamos apresentando uma nova Vivo nacional, com ofertas de serviços móvel, fixo, de dados e de TV por assinatura”, explicou Valente, lembrando que o Brasil é a maior operação do grupo Telefônica em todo o mundo. Atualmente, agrega mais de 90 milhões de clientes em território nacional, alcançando faturamento de R$ 34 bilhões no ano passado, com lucro líquido de R$ 25 bilhões.

O grupo Telefônica está presente em 25 países, atendendo mais de 300 milhões de pessoas. Contando com uma receita de € 68 bilhões, a companhia aplicou R$ 160 bilhões no Brasil desde 1998 e deve continuar com o aporte de investimentos iniciados em 2011, injetando em território nacional R$ 24,3 bilhões em aquisições e modernização de redes e serviços até 2014. A adoção da marca comercial Vivo segue a estratégia global do grupo, que utiliza outras marcas para seus produtos e serviços também no exterior (MoviStar e O2).

No Brasil, 117 mil pessoas, entre empregados e prestadores de serviço, tiveram que passar por treinamento relacionado à mudança na empresa. O processo também envolveu a criação da nova campanha publicitária da Vivo e adequação da identidade visual da marca em cartões, carros da empresa, 200 mil orelhões, portal na internet, faturas e uniformes de técnicos em trabalho de campo.

Também as lojas e postos de serviço da Telefônica Brasil ganharão novas fachadas a partir deste domingo, quando também a campanha nacional de reposicionamento da Vivo estreia na televisão e internet, com o slogan “Conectados, vivemos melhor”. A Central de Atendimento passará a operar de forma convergente para usuários que possuem serviços móveis e fixos, mas as faturas continuarão chegando separadas, “pelo menos por enquanto”, conforme Valente. O presidente da Telefônica/Vivo destacou o investimento de R$ 400 milhões em um novo Data Center da empresa, que entrará em operação até o final deste mês, integrando as infraestruturas de TI das operações fixa e móvel.

Detendo market share de 29,85% em operação móvel no Brasil – com 74 milhões de usuários no segmento -, a Telefônica/Vivo abrange 3,7 mil municípios e garante acesso à rede 3G em 2.750 cidades. Recentemente a marca potencializou o serviço em todo o País, lançando, no início de abril, o 3G Plus, possibilitando aumentar em três vezes a velocidade da internet em smartphones, tablets e afins graças à implementação da tecnologia HSPA+.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários