terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Oi convoca assembleia geral para o dia 30 de abril

Assunto sobre o encontro ainda não foi revelado pela Oi.


A operadora Oi marcou para o dia 30 de abril sua assembleia geral ordinária de acionistas. Essa será a primeira assembleia após o aumento de capital. Em relação ao assunto tratado a informação ainda não foi revelada. A Oi irá divulgar essa informação posteriormente.

O anúncio dessa assembleia chega alguns dias depois da paz entre a Oi e uma de suas acionistas, a Pharol, ter sido seladaA Oi concordou em pagar 25 milhões de euros à Pharol e entregar 33,8 milhões de ações que estão em tesouraria. O acordo também prevê que a Oi terá um membro no conselho da Pharol.


O dinheiro pago pela Oi deve ser utilizado pela Pharol para a compra de mais ações da Oi, aumentando seu capital. A movimentação pode fazer com que a Pharol retorne ao posto de maior acionista da Oi. Atualmente ela ocupa a terceira posição (7,85%), atrás da Solus, principal acionista (9,52%) e GoldenTree (8,55%).  

VIU ISSO?


A operadora também anunciou recentemente a contratação do Bank of America Merrill Lynch como assessor financeiro, atuando na estruturação das operações que envolvam a monetização de ativos e oportunidade de fusão. Também foi selecionada a consultoria Boston Consulting Group para o processo de revisão estratégica.


5 comentários:

  1. Acho que o assunto vai ser para decidir sobre a ampliação da rede "2G" no Brasil, hehehe.

    ResponderExcluir
  2. A Oi paga bem melhor seus executivos que a Vivo...
    Mas que adianta se não consegue competir com as concorrentes em cobertura.
    Pra Oi melhor seria a entrada de um novo acionista com muita $$$ para poder investir em fibra e 4G.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na Oi eu só gostaria de entrar como executivo e não como acionista ou cliente. Como acionista eu preferia entrar na Vivo ou Claro que vão continuar crescendo e trucidar de vez essa operadorazinha. E como cliente também só seria da Claro ou Vivo que fornecem os melhores serviços já faz muito tempo. Está bem claro que existe um desequilíbrio na Oi e enquanto isso durar, o rumo dela é ir pro buraco.

      Excluir
    2. Acho que isso se deve ao fato da Oi ter seus altos executivos trabalhando no Brasil, por ser uma empresa brasileira, enquanto os da Vivo ficam na Espanha. Aposto que um alto executivo da Telefónica ganha mais que um da Oi.

      Excluir
  3. A OI SERÁ VENDIDA PARA UMA DAS 3 GRANDES DO BRASIL, POIS ANTES DE MUDAR DE GOVERNO MUDARAM A LEI QUE PODE SAIR DE 5 PARA 3 GRANDES E DIMINUIRÁ A CONCORRÊNCIA INFELIZMENTE.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.