segunda-feira, 30 de julho de 2018

Oi lidera ranking de reclamações da Anatel

O que você achou? 
Quase 34% de todas as reclamações registradas pela agência são referentes ao serviço de celulares pós-pagos.

A Oi está em primeiro lugar, mas é em um ranking que nenhuma operadora quer ganhar: o de reclamações feitas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A Oi responde por 25% das queixas encaminhadas ao órgão no primeiro semestre deste ano.

Na sequência está a Vivo, responsável por 24% das queixas. Em seguida, estão a Claro e a TIM, com 22% e 21%, respectivamente. 

Juntas, as quatro maiores operadoras totalizam mais de 90% das reclamações encaminhadas à agência. 

A SKY ocupa a quinta posição com 5% das notificações. 

No entanto, o número total de queixas vem reduzindo desde 2015. As reclamações registradas de janeiro a junho deste ano foram 15% menor que as registradas no mesmo período de 2017.

A agência informou que, atendendo as demandas dos consumidores, está realizando fiscalizações com foco em falhas de informação em ofertas conjuntas e contratos de fidelização, mecanismos de atendimento pela internet e dificuldades no cancelamento dos serviços.

O maior número de problemas se concentra no serviço de celulares pós-pagos, que responde sozinho por 34% do total das queixas, conforme dados do órgão regulador. 
Para o jornal O Globo, a Oi informou que tem investido na expansão da rede e na melhoria da qualidade dos serviços, apresentando avanços operacionais. 

A operadora ressaltou ainda que reduziu em 21% o volume das reclamações no call center da Anatel, no semestre, taxa que supera a registrada pelo mercado.

A Vivo, por sua vez, diz trabalhar para oferecer ao consumidor a melhor experiência em atendimento e desenvolver melhorias de processos e sistemas para reduzir as reclamações e dúvidas apresentadas pelos clientes aos órgãos de defesa do consumidor.

A TIM afirma que a satisfação dos clientes é prioridade estratégica da empresa e acrescenta que continuará trabalhando com foco em inovação, melhoria dos serviços e evolução das plataformas de relacionamento.

Já a SKY afirma considerar o relacionamento com o cliente um dos pilares do seu negócio e mantém uma relação transparente com os órgãos de defesa do consumidor. 

A operadora informa ainda que está investindo em mudanças sistêmicas para atender o seu cliente de maneira mais simples e melhor.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.