sexta-feira, 22 de junho de 2018

4G/LTE atinge 38,5% de participação no mercado mundial

O que você achou? 
Tecnologia que oferece acesso sem fio 4G quase dobrou sua participação de mercado na América Latina e Caribe, chegando a 32%.


A LTE registrou o primeiro trimestre de 2018 com participação de mercado acima de 38,5%. A LTE é a maior tecnologia celular sem fio do mundo e oferece acesso 4G para uma grande parcela da população global por meio de 3,2 bilhões de conexões.

Esse resultado se deve, em grande parte, ao crescimento surpreendente da tecnologia na América do Norte e na América Latina, de acordo com dados da Ovum.



A maior participação de mercado da LTE foi na América do Norte, com 76%, à frente de qualquer outra região. 

A tecnologia cresceu muito na América Latina e Caribe, contabilizando 31,5% do mercado no primeiro trimestre deste ano.

Na Oceania e no Leste e Sudeste Asiático, a LTE possui 59% do mercado. Já na Europa Ocidental, esse percentual é de 46%.

“A tecnologia 5G está chegando e será construída em cima de uma das plataformas mais robustas que existe, a LTE. A maior tecnologia da indústria continuará oferecendo cobertura banda larga móvel no mundo inteiro por muitos anos ainda”, disse presidente da 5G Americas, Chris Pearson.

“Já temos notícias que algumas operadoras pretendem implementar a 5G no segundo semestre de 2018 e início de 2019, no entanto, a LTE deve continuar crescendo até 2022, quando a adoção da tecnologia 5G deve acelerar”, completa o presidente.

Hoje, a LTE está presente em 597 redes no mundo inteiro, das quais 251 operam com a tecnologia LTE-Advanced (TeleGeography-GlobalComms Database). 

América Latina e o Caribe


Na América Latina e Caribe, a LTE está crescendo rapidamente e já cobre mais de 90% da população de países como o Brasil, Porto Rico e Uruguai. 


No Brasil, a cobertura 4G já está disponível em 3.861 municípios onde moram 93% da população brasileira, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil). 

Até o final de março de 2018, a participação de mercado da LTE aumentou de 29%, em 2017, para 32%, neste ano. 

Com o crescimento acelerado, a LTE deve ser a maior tecnologia celular da América Latina até o final de 2019. 

Do total de 694 milhões de assinaturas de banda larga móvel na América Latina, 219 milhões de conexões são LTE. 

Desde o primeiro trimestre de 2017, a tecnologia incrementou 78 milhões de novas conexões. Ou seja, um crescimento de 56% no continente. 

A previsão é que a LTE atinja 258 milhões de conexões até o final deste ano e 500 milhões de conexões até o final de 2022 (incluindo M2M) na América Latina e Caribe.

Global 


Em números mundiais, a LTE registrou 3,2 bilhões de conexões no final de março de 2018. A tecnologia deve chegar a 4 bilhões de conexões em 2019 e passar o marco de 5 bilhões de conexões em 2021. 

A previsão é de que a participação de mercado global da LTE seja de 60% até final de 2022.

“A região da Oceania e Leste e Sudeste Asiático tem um papel importante no crescimento global de assinaturas LTE, representando 41% de todas as assinaturas LTE em 2022, comparado com 32% de todos os assinantes celulares no mundo inteiro”, explica o analista sênior da Ovum, Kristin Paulin.

“É interessante observar que enquanto a LTE deve manter essa trajetória surpreendente de crescimento acima de 50% até 2020, a 5G deve começar a ganhar mercado em 2022 - especialmente na América do Norte e a Oceania, Leste e Sudeste Asiático - e é nesse momento que o número de assinantes LTE deve começar a cair”, conclui o analista.



Nenhum comentário:

Postar um comentário