sexta-feira, 13 de abril de 2018

Universitários criam operadora digital de telefonia móvel

O que você achou? 
A nova empresa irá representar o Brasil em competição que premia o melhor modelo de negócio universitário do mundo.

Pensando em priorizar o relacionamento com o cliente de telefonia móvel, um grupo de seis estudantes universitários criaram a Fluke. A empresa digital se destaca por oferecer serviços de forma direta e personalizada. 

A ideia empreendedora já até garantiu aos estudantes uma vaga no prêmio International Business Model Competitions (IBMC) 2018, que será disputada em Utah, nos Estados Unidos. 



O objetivo da empresa é que o processo de contratação dos serviços da operadora digital seja rápido, transparente e intuitivo, utilizando apenas um aplicativo

Dentro do app, será possível trocar de plano, alterar os dados pessoais, acompanhar o consumo em tempo real, contratar o acesso a redes sociais, minutos de ligações, SMS, internet, além de solicitar ajuda pelo chat ou diretamente pelo telefone. 

Como irá funcionar a empresa?


Por ser uma empresa digital, a Fluke não precisará se preocupar com suporte técnico e infraestrutura de rede, já que irão alugar a mesma plataforma utilizada por uma operadora convencional.

Além de se beneficiarem financeiramente, as companhias tradicionais, como Vivo, TIM, Claro e Oi, ainda poderão reduzir a ociosidade de suas redes, pois muitas delas não operam em sua capacidade máxima. 
Os planos de ligação, internet, SMS e demais serviços serão comprados das empresas físicas pela Fluke em uma espécie de "atacado" e, posteriormente, disponibilizados ao consumidor final, conforme informações do portal de notícias ACidade On, de São Carlos (SP).

O foco da Fluke é o público jovem. O grupo de estudantes escolheram estrategicamente a cidade de São Carlos para desenvolver o projeto, já que a população da cidade está inserida no campo da tecnologia

A empresa já está negociando com algumas operadoras e buscam investidores no mercado. A expectativa é que a startup comece a disponibilizar o serviço em 2019

Prêmio


Desenvolvida por alunos da USP, em São Carlos e São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e da Universidade Paulista (Unip), a nova operadora virtual representará o Brasil, nos dias 10 e 11 de maio, na IBMC. A competição premia o melhor modelo de negócio universitário do mundo.  

Ao todo, universitários de 39 países irão disputar o prêmio, que será realizado na cidade de Provo, em Utah, nos Estados Unidos. O evento é organizado pela Universidade Brigham Young.  

Para conseguirem marcar presença na competição, os estudantes estão realizando uma campanha de financiamento coletivo na internet. Eles precisam arrecadar em torno de R$ 30 mil para arcar com todos os gastos da viagem. 





2 comentários:

  1. Mais uma MVNO que vai nascer morta...as grandes não vão deixar ela se destacar no mercado...ainda mais com os planos pre pago oferecido pel Claro, Tim e Oi.

    ResponderExcluir
  2. As operadoras gigantes (vivo, claro,Tim, oi) irão bancar esses caras e vão pegar essa tecnologia a preço de Banana. Vão ficar ricos e as operadoras bilionária.

    ResponderExcluir

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.