quarta-feira, 25 de abril de 2018

Em três anos, tráfego de dados móveis deve dobrar no Brasil

O que você achou? 
Estima-se que haverá praticamente um celular por habitante do globo e a velocidade média de navegação passará de 6,8 Mbps para 20,4 Mbps.

O tráfego de dados por meio das redes 4G e 3G irá mais que dobrar em três anos. Uma pesquisa realizada pela Cisco Visual Networking Index Global Mobile Data Traffic Forecast mostra que haverá, no mundo, 1,5 smartphone per capita. Ou seja, praticamente um celular por habitante do globo.

A pesquisa aponta que, em 2021, haverá cerca de 5,5 bilhões de dispositivos em operação. Todo esse aumento tem duas principais causas: a Internet das Coisas e o aumento na navegação por 4G.

Em 2021, a velocidade média de navegação das redes de quarta geração deve saltar de 6,8 Mbps para 20,4 Mbps

E o 5G? Ele já será responsável por 1,5% do tráfego total, enquanto o 3G estará caindo em desuso. A predominância será do 4G com 79% do total de navegação. 

LEIA TAMBÉM:


O uso do celular estará à frente de infraestruturas de primeira necessidade. Estima-se que mais pessoas terão celulares do que água encanada em casa (5,3 bilhões), contas bancárias (5,4 bilhões) e telefones fixos (2,9 bilhões).

Enquanto em 2017, os dados móveis representaram 8% das conexões com a internet, em 2021, o uso de smartphones será responsável por 50% das navegações na internet

As poucas redes 5G já serão responsáveis por gerar quase cinco vezes mais tráfego que a 4G.

Para suportar todo esse crescimento, as operadoras já precisam se adaptar. Como haverá mais velocidade, também será preciso aumentar o total de dados



Um comentário:

  1. A Vivo Claro Tim e Oi tem que botar planos pre pagos que suportem o aumento de demanda de dados

    ResponderExcluir