quinta-feira, 26 de abril de 2018

Dono de provedor de internet é preso por receptação ilegal

O que você achou? 
O caso aconteceu em Pouso Alegre e foram apreendidos 150 aparelhos que teriam sido roubados de uma multinacional de telefonia celular.

O dono de uma empresa provedora de internet de Pouso Alegre (MG) foi preso, nesta quinta-feira (26) sob suspeita de participação em um esquema de receptação ilegal

A prisão aconteceu no dia seguinte à polícia apreender 150 aparelhos que teriam sido roubados de uma multinacional de telefonia celular. Os produtos foram avaliados em R$ 3 milhões.

Segundo informações da polícia ao G1, os equipamentos eram reconfigurados para a transmissão de internet via rádio no Sul de Minas.

O homem preso negou conhecer a forma de compra e a procedência do equipamento, alegando que a aquisição havia sido feita por funcionários.
Além de Pouso Alegre, a polícia encontrou materiais em uma empresa de manutenção de telefonia em Cachoeira de Minas e em uma antena de Santa Rita do Sapucaí.

A polícia informou que é uma operação que deve ser feita a nível estadual, já que foram identificados outros 300 pontos ilegais em Minas Gerais.

As investigações ainda apontam que os aparelhos podem estar sendo usados para comunicação de facções criminosas

Uma estação simples, homologada na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), custa em média R$ 50 mil para ser montada, mas com o equipamento clandestino, ficava entre R$ 5 e 25 mil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário