quarta-feira, 11 de abril de 2018

Chip da Elo oferece 2GB e 100 min grátis para usar fora do Brasil

O que você achou? 
Ao comprar passagem internacional com cartões da Elo, clientes ganham o benefício por 30 dias e ainda podem carregar o chip com mais 10GB.

Comprar um chip internacional ou se render ao roaming das operadoras estão deixando de ser as únicas opções para quem quer usar o celular no exterior. Recentemente, a Elo, bandeira de cartões 100% brasileira, lançou um chip de dados e voz para que as pessoas possam falar e usar a internet 4G fora do Brasil.

Ao comprar uma passagem aérea internacional pelos cartões Elo Nanquim, Elo Empresarial Grafite ou Elo Corporativo, o cliente pode adquirir o Chip Elo Internacional de Viagem gratuitamente, com 2GB de internet e 100 minutos para usar como quiser em 140 países por 30 dias. A parceria foi feita com um total de 440 operadoras.



Para solicitar o chip – limitado a dois por cartão no período de um ano –, será preciso comprovar que a compra foi realizada com o cartão participante e enviar a passagem aérea com a origem e o destino da viagem. Depois de preencher o cadastro pelo site www.yesdobrasil.com.br/voceconectado, o chip será entregue no período de cinco a 15 dias úteis.

LEIA TAMBÉM:

Caso o pacote de 2GB não seja utilizado em 30 dias, o saldo de toda forma é cancelado automaticamente. Mas, caso acabe a franquia, o chip poderá ser recarregado, com base nos seguintes valores:

  • 1GB: R$ 69,00
  • 3GB: R$ 108,00
  • 5GB: R$ 169,00
  • 10GB: R$ 219,00

Além dos 2GB e 100 minutos gratuitos, o grande destaque do chip da Elo é o atendimento. A empresa garante que realiza todo o suporte aos clientes que viajarem via WhatsApp – pelo número (11) 92001-0404 –, com mensagens em português e 24 horas por dia, todos os dias da semana.

“A Elo entendeu a necessidade do brasileiro. Quando viaja para o exterior, ele precisa ficar conectado à família e aos negócios. Até então, as opções ficavam limitadas basicamente aos pacotes de roaming internacional das operadoras brasileiras, pontos de wi-fi em hotéis e restaurantes, e chips disponibilizados por operadoras estrangeiras por valores bem altos”, explica Henry Maeda, superintendente de produtos da Elo, que diz que o benefício foi pensado para que o cliente possa aproveitar melhor a sua viagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário