quarta-feira, 28 de março de 2018

Oi adia divulgação de balanço financeiro para 12 de abril

O que você achou? 
No entanto, operadora antecipa impacto negativo de R$ 21 bilhões em efeitos contábeis.


O processo de recuperação judicial da Oi afetou o prazo de publicação do balanço final de 2017 da operadora. O demonstrativo financeiro que deveria ser divulgado nesta quarta-feira (28) será comunicado apenas no dia 12 de abril.

Por meio de fato relevante publicado nesta quarta, a operadora explicou que o adiamento ocorreu “em razão da complexidade dos impactos do processo de recuperação judicial e da aprovação e homologação do seu Plano de Recuperação Judicial nos trabalhos de elaboração das demonstrações financeiras da Companhia e do parecer dos auditores independentes.” 



A tele ainda enfatizou que o foco é garantir a qualidade e adequação do tratamento de suas informações contábeis.

Apesar de não divulgar o balanço, a empresa adiantou que os efeitos contábeis acumulados a serem registrados no patrimônio líquido da companhia de 2017 terão um impacto negativo de aproximadamente R$ 21 bilhões.

LEIA TAMBÉM:



Os principais itens que impactaram os ajustes realizados no ano passado foram:

  •  o ajuste no valor da provisão de imposto de renda deferido registrado em face da projeção de lucros futuros esperados (impacto de R$ 7,5 bilhões); 
  • baixa de ativos relativos a depósitos judiciais (R$ 6,3 bilhões); 
  • baixa da mais valia registrada pela incorporação da Telemar Participações em setembro de 2015 (R$ 2,2 bilhões); 
  • revisão dos critério de cálculo para provisão relativa aos passivos regulatórios para refletir os termos de pagamento aprovados no Plano (R$ 1,7 bilhão). 

Os demais impactos serão divulgados com a demonstração financeira.

Nesta quinta-feira (29), a prestadora irá convocar assembleia geral para o dia 30 de abril. 

O objetivo da reunião será realizar a tomada de contas dos administradores relativas ao exercício social de 2017, a eleição de membros do conselho fiscal e respectivos suplentes e a fixação da verba global anual da remuneração dos administradores e dos membros do conselho.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ao deixar a sua opinião no Minha Operadora você concorda em respeitar o nosso Código de Conduta.